Tag: A+G Arquitetura

Newsletter

Livros do mês da Conexão Décor 

Galeria Gozto

Instagram

@conexaodecor
  • Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
  • Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
  • Tanta coisa para destacar nesse Décor lindo!

- Para começar…a mistura de estampas, o “mix and match” de craque. 

- Cabeceira de canto.
Às vezes, não tem solução, dependendo do espaço, a cama só cabe encostada na parede, mas podemos “tirar partido” desse layout com criatividade, como esse exemplo, cabendo inclusive duas.
Além de proteger a parede, a cabeceira de canto, ou também chamada de cabeceira dupla, decora, enfeita e transmite a sensação de aconchego.

- E a mesinha de apoio, perfeita para servir como mesa de cabeceira. 

Projeto de @cameron_ruppert_interiors - designer de interiores baseado em Washington DC. 

Fotografia: @stacyzaringoldberg
Styling: @kristihunter . 

Cameron comenta que seu estilo pode ser descrito como maximalista, deve ser por isso que eu me identifiquei! Adoro!
  • Roca escolhe São Paulo para a abertura do primeiro Roca Gallery das Américas.
Presente em países da Europa e Ásia, a empresa espanhola inaugura o Roca São Paulo Gallery, na capital paulista, para estimular o diálogo sobre arquitetura, design, inovação e sustentabilidade com a sociedade.
A arquiteta Fernanda Marques assina o projeto arquitetônico enquanto Alex Hanazaki idealiza o paisagismo do Roca São Paulo Gallery, criando uma linguagem contemporânea, única e fluída para um ponto tão movimentado da cidade de São Paulo.
Um conceito inovador para se relacionar com o mercado, com as pessoas e a cidade. Uma plataforma de conhecimento e um ponto de oxigenação arquitetônica, artística e cultural em meio à cidade. Situado em uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, o Roca São Paulo Gallery, inaugurado na última sexta-feira, dia 15 de setembro, na Avenida Brasil, passa a ser um espaço para discussões sobre o futuro, a inovação e as principais tendências do Brasil e do mundo no setor da arquitetura e design. Foi o maior prazer ser convidada pela marca para estar presente no evento, conhecer a Fernanda e gravar um pequeno depoimento, arrasta para o lado, e nos stories tem mais. 
Segundo Fernanda Marques, “o convite para projetar o Roca São Paulo Gallery representou uma grande honra e me impôs, de uma forma bastante positiva, uma série de responsabilidades. Significou a oportunidade de deixar minha marca em um projeto que invade a dimensão urbana combinando arqui- tetura, design, inovação e sustentabilidade e foi também uma forma de compartilhar minha visão criativa para um espaço significativo da cidade e contribuir para a promoção do conhecimento e do encontro de profissionais na minha área de atuação. Por tudo isso, me inspirou a continuar buscando a excelência em minha vida e carreira”.
Ao assinar o espaço, a arquiteta passa também a ser a segunda mulher a criar um Roca Gallery no mundo. Unindo seu nome ao de Zaha Hadid, que projetou o Roca London Gallery, Fernanda pontua que este fator torna o projeto ainda mais significativo para a sua carreira e reforça a importância da di- versidade e da inclusão profissional.
  • Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
  • Um programão imperdível na nossa cidade!
Tem lugar mais bonito para uma feira de arte!?

Começou hoje a 13ª edição da ArtRio e vai até dia 17 de setembro, na Marina da Glória.

Em 2023, a ArtRio cresce em espaço oferecendo mais conteúdo para todos os visitantes, programação diversificada e cerca de 75 galerias e instituições de arte. O evento acontece de 13 a 17 de setembro, na Marina da Glória, onde ocupará um espaço 25% maior em comparação com o ano anterior. Além da excelência no conteúdo de arte e na discussão de temas atuais e relevantes do setor, esse ano, a ArtRio reforça seu compromisso com a conscientização e as atividades focadas em sustentabilidade, desde a montagem do evento e com uma série de ações voltadas para a redução de impacto.

Desde sua 1ª edição, em 2011, a proposta da ArtRio sempre foi ser uma grande plataforma, com um calendário anual, levando conhecimento e o contato com a arte a diferentes públicos, tanto incentivando a visitação de museus, galerias e instituições como também realizando ações em espaços diversos. 
 
“A ArtRio tem, entre seus compromissos, buscar sempre ações e atitudes que foquem em um mundo e uma sociedade, mais justo e inclusivo, e atua seguindo práticas de sustentabilidade para redução de impacto no meio ambiente. A arte é nossa plataforma de linguagem, e a arte sempre foi um importante canal transformador e propagador de novas ideias. Queremos, ao atuar dentro desse mercado, dar cada vez mais espaço e visibilidade para essas importantes mudanças e atitudes”, posiciona Brenda Valansi, presidente da @artrio_art 

O espaço está divido em TERRA, no pavilhão central da Marina da Glória, e o pavilhão MAR, espaço que teve sua área expandida na esplanada com um projeto desenvolvido pelo arquiteto Pedro Évora. Também foi criado um Jardim das Esculturas, com obras de maior escala.

Nos stories, um pouco sobre a minha cobertura do evento. 

Ps: Não deu para escolher apenas uma fotografia com essa paisagem deslumbrante, com um charme extra, quando o avião levanta voo.
  • Décor contemporâneo e leve.

Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. 

Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca.

Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima.

O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. 

Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes.

A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira.

Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto.
Acesse: www.conexaodecor.com 
Ou link na Bio 

Arquitetura: @ticianelima 
Fotografia: Renato Navarro
  • Marcenaria raiz 

“Poesia explicitada das mesas de cabeceira de Manu Reyes. O mantra inspira/expira deveria ser praticado todas as manhãs, por todos, para bem da humanidade. Acordamos já plugados em nossos celulares, recebendo e respondendo chamadas, verdadeiros autômatos em busca de uma resposta cuja pergunta parece não termos feito.
E quase sempre nos esquecemos da necessidade de inspirar/expirar de forma consciente, calma, como forma de colocar nossas ideias em ordem e depois em prática, estamos sempre como o coelho de Alice in Wonderland correndo atrás do tempo, e esse par de mesas parece incentivar exatamente o contrário, parece mostrar o preço – e o peso – do tempo”. Trecho do texto do @wairdepaula na matéria linda (no site) sobre marcenaria, uma “marcenaria poética”. 

Vai lá no site descobrir mais.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 

Designer: @studioreyesdesign
  • Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
Nada ficou no lugar! 

Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! 

Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários.

Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos.

“Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea.

Quer ver e saber mais!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio.

Projeto: @andreachicharo 
@andrenazarethfoto 📸
Nada ficou no lugar! Uma reforma radical, daquelas em que praticamente nada fica de pé! Paredes vieram abaixo, esquadrias foram trocadas, banheiros construídos, e até a grande piscina – que era o destaque da varanda, foi retirada e substituída por outra bem menor, em outro local da área externa. Tudo para deixar o imóvel perfeito para os novos proprietários. Foi o que a arquiteta Andrea Chicharo precisou fazer nesse apartamento duplex em Ipanema, para adaptar o imóvel aos novos moradores: uma família formada pela mãe e dois filhos já crescidos. “Apesar de amplo, o apartamento tinha apenas uma grande suíte no primeiro andar. O segundo piso era todo com salas, uma grande área de serviço e uma cozinha pequena. Para essa família, no entanto, foi necessário criar espaços individualizados para três adultos”, conta Andrea. Quer ver e saber mais!? Vai lá no site. Acesse: www.conexaodecor.com Ou link na Bio. Projeto: @andreachicharo @andrenazarethfoto 📸
21 horas ago
View on Instagram |
1/9
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! 

Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes.

Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos).

“Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia.

Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 
Arquitetura: @juliamarques.arquitetura 
Fotografia: @luizaschreier.archphoto 
Produção visual: @tomcastrodesign /
Casa urbana com clima de casa de veraneio, para que os moradores se sintam de férias nas horas vagas, achei esse conceito maravilhoso! Assinada pela arquiteta Júlia Marques, esta casa urbana na Barra da Tijuca (RJ), tem área externa com clima de residência de veraneio e ambientes internos sofisticados e aconchegantes. Julia Marques assumiu o projeto desta casa, com 730m2, quando o imóvel ainda estava em construção. Com isso, conseguiu fazer as alterações necessárias na rede elétrica e hidráulica e trocar alguns revestimentos para adequar todos os cômodos da planta original (que foram mantidos) ao novo layout, desenhado sob medida para os novos proprietários: um casal de advogados, com um casal de filhos (uma menina de 8 anos e um menino 2 anos). “Os clientes pediram duas adegas em casa, sendo uma no térreo, logo na entrada, e a outra no último pavimento. Outro pedido do casal foi transformar o cômodo do térreo, originalmente projetado para ser um home theater, em uma brinquedoteca para os filhos”, conta Júlia. Quer ver e saber mais sobre esse projeto!? Vai lá no site. Acesse: www.conexaodecor.com Ou link na Bio Arquitetura: @juliamarques.arquitetura Fotografia: @luizaschreier.archphoto Produção visual: @tomcastrodesign /
3 dias ago
View on Instagram |
2/9
Tanta coisa para destacar nesse Décor lindo!

- Para começar…a mistura de estampas, o “mix and match” de craque. 

- Cabeceira de canto.
Às vezes, não tem solução, dependendo do espaço, a cama só cabe encostada na parede, mas podemos “tirar partido” desse layout com criatividade, como esse exemplo, cabendo inclusive duas.
Além de proteger a parede, a cabeceira de canto, ou também chamada de cabeceira dupla, decora, enfeita e transmite a sensação de aconchego.

- E a mesinha de apoio, perfeita para servir como mesa de cabeceira. 

Projeto de @cameron_ruppert_interiors - designer de interiores baseado em Washington DC. 

Fotografia: @stacyzaringoldberg
Styling: @kristihunter . 

Cameron comenta que seu estilo pode ser descrito como maximalista, deve ser por isso que eu me identifiquei! Adoro!
Tanta coisa para destacar nesse Décor lindo! - Para começar…a mistura de estampas, o “mix and match” de craque. - Cabeceira de canto. Às vezes, não tem solução, dependendo do espaço, a cama só cabe encostada na parede, mas podemos “tirar partido” desse layout com criatividade, como esse exemplo, cabendo inclusive duas. Além de proteger a parede, a cabeceira de canto, ou também chamada de cabeceira dupla, decora, enfeita e transmite a sensação de aconchego. - E a mesinha de apoio, perfeita para servir como mesa de cabeceira. Projeto de @cameron_ruppert_interiors - designer de interiores baseado em Washington DC. Fotografia: @stacyzaringoldberg Styling: @kristihunter . Cameron comenta que seu estilo pode ser descrito como maximalista, deve ser por isso que eu me identifiquei! Adoro!
4 dias ago
View on Instagram |
3/9
Roca escolhe São Paulo para a abertura do primeiro Roca Gallery das Américas.
Presente em países da Europa e Ásia, a empresa espanhola inaugura o Roca São Paulo Gallery, na capital paulista, para estimular o diálogo sobre arquitetura, design, inovação e sustentabilidade com a sociedade.
A arquiteta Fernanda Marques assina o projeto arquitetônico enquanto Alex Hanazaki idealiza o paisagismo do Roca São Paulo Gallery, criando uma linguagem contemporânea, única e fluída para um ponto tão movimentado da cidade de São Paulo.
Um conceito inovador para se relacionar com o mercado, com as pessoas e a cidade. Uma plataforma de conhecimento e um ponto de oxigenação arquitetônica, artística e cultural em meio à cidade. Situado em uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, o Roca São Paulo Gallery, inaugurado na última sexta-feira, dia 15 de setembro, na Avenida Brasil, passa a ser um espaço para discussões sobre o futuro, a inovação e as principais tendências do Brasil e do mundo no setor da arquitetura e design. Foi o maior prazer ser convidada pela marca para estar presente no evento, conhecer a Fernanda e gravar um pequeno depoimento, arrasta para o lado, e nos stories tem mais. 
Segundo Fernanda Marques, “o convite para projetar o Roca São Paulo Gallery representou uma grande honra e me impôs, de uma forma bastante positiva, uma série de responsabilidades. Significou a oportunidade de deixar minha marca em um projeto que invade a dimensão urbana combinando arqui- tetura, design, inovação e sustentabilidade e foi também uma forma de compartilhar minha visão criativa para um espaço significativo da cidade e contribuir para a promoção do conhecimento e do encontro de profissionais na minha área de atuação. Por tudo isso, me inspirou a continuar buscando a excelência em minha vida e carreira”.
Ao assinar o espaço, a arquiteta passa também a ser a segunda mulher a criar um Roca Gallery no mundo. Unindo seu nome ao de Zaha Hadid, que projetou o Roca London Gallery, Fernanda pontua que este fator torna o projeto ainda mais significativo para a sua carreira e reforça a importância da di- versidade e da inclusão profissional.
Roca escolhe São Paulo para a abertura do primeiro Roca Gallery das Américas.
Presente em países da Europa e Ásia, a empresa espanhola inaugura o Roca São Paulo Gallery, na capital paulista, para estimular o diálogo sobre arquitetura, design, inovação e sustentabilidade com a sociedade.
A arquiteta Fernanda Marques assina o projeto arquitetônico enquanto Alex Hanazaki idealiza o paisagismo do Roca São Paulo Gallery, criando uma linguagem contemporânea, única e fluída para um ponto tão movimentado da cidade de São Paulo.
Um conceito inovador para se relacionar com o mercado, com as pessoas e a cidade. Uma plataforma de conhecimento e um ponto de oxigenação arquitetônica, artística e cultural em meio à cidade. Situado em uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, o Roca São Paulo Gallery, inaugurado na última sexta-feira, dia 15 de setembro, na Avenida Brasil, passa a ser um espaço para discussões sobre o futuro, a inovação e as principais tendências do Brasil e do mundo no setor da arquitetura e design. Foi o maior prazer ser convidada pela marca para estar presente no evento, conhecer a Fernanda e gravar um pequeno depoimento, arrasta para o lado, e nos stories tem mais. 
Segundo Fernanda Marques, “o convite para projetar o Roca São Paulo Gallery representou uma grande honra e me impôs, de uma forma bastante positiva, uma série de responsabilidades. Significou a oportunidade de deixar minha marca em um projeto que invade a dimensão urbana combinando arqui- tetura, design, inovação e sustentabilidade e foi também uma forma de compartilhar minha visão criativa para um espaço significativo da cidade e contribuir para a promoção do conhecimento e do encontro de profissionais na minha área de atuação. Por tudo isso, me inspirou a continuar buscando a excelência em minha vida e carreira”.
Ao assinar o espaço, a arquiteta passa também a ser a segunda mulher a criar um Roca Gallery no mundo. Unindo seu nome ao de Zaha Hadid, que projetou o Roca London Gallery, Fernanda pontua que este fator torna o projeto ainda mais significativo para a sua carreira e reforça a importância da di- versidade e da inclusão profissional.
Roca escolhe São Paulo para a abertura do primeiro Roca Gallery das Américas. Presente em países da Europa e Ásia, a empresa espanhola inaugura o Roca São Paulo Gallery, na capital paulista, para estimular o diálogo sobre arquitetura, design, inovação e sustentabilidade com a sociedade. A arquiteta Fernanda Marques assina o projeto arquitetônico enquanto Alex Hanazaki idealiza o paisagismo do Roca São Paulo Gallery, criando uma linguagem contemporânea, única e fluída para um ponto tão movimentado da cidade de São Paulo. Um conceito inovador para se relacionar com o mercado, com as pessoas e a cidade. Uma plataforma de conhecimento e um ponto de oxigenação arquitetônica, artística e cultural em meio à cidade. Situado em uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, o Roca São Paulo Gallery, inaugurado na última sexta-feira, dia 15 de setembro, na Avenida Brasil, passa a ser um espaço para discussões sobre o futuro, a inovação e as principais tendências do Brasil e do mundo no setor da arquitetura e design. Foi o maior prazer ser convidada pela marca para estar presente no evento, conhecer a Fernanda e gravar um pequeno depoimento, arrasta para o lado, e nos stories tem mais. Segundo Fernanda Marques, “o convite para projetar o Roca São Paulo Gallery representou uma grande honra e me impôs, de uma forma bastante positiva, uma série de responsabilidades. Significou a oportunidade de deixar minha marca em um projeto que invade a dimensão urbana combinando arqui- tetura, design, inovação e sustentabilidade e foi também uma forma de compartilhar minha visão criativa para um espaço significativo da cidade e contribuir para a promoção do conhecimento e do encontro de profissionais na minha área de atuação. Por tudo isso, me inspirou a continuar buscando a excelência em minha vida e carreira”. Ao assinar o espaço, a arquiteta passa também a ser a segunda mulher a criar um Roca Gallery no mundo. Unindo seu nome ao de Zaha Hadid, que projetou o Roca London Gallery, Fernanda pontua que este fator torna o projeto ainda mais significativo para a sua carreira e reforça a importância da di- versidade e da inclusão profissional.
5 dias ago
View on Instagram |
4/9
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! 

Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso.

A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade.

Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim.

Quer ver e saber mais? 
Vai lá no site.
Acesse: www.conexaodecor.com

Arquitetura: @mao2.arquitetura 
Fotografias: André Mortatti
Uma casa de vila é o sonho de muita gente! Imagina uma construída do zero então! Os clientes (um casal jovem) pediram ao escritório M ao Quadrado Arquitetura para ajudá-los nesta busca. Após muita pesquisa e visitas, acharam o imóvel desejado, uma casa de 240 m² no bairro do Paraíso. A ideia inicial de reformar todo o imóvel foi descartada após os arquitetos realizarem vários estudos e perceberem que a demolição seria o melhor caminho, pois teriam muito mais ganho com uma planta nova valorizando a luminosidade. Desta forma, o projeto foi desenvolvido com grande liberdade de escolha das formas e dos materiais. A casa ganhou um piso térreo com lavabo, living e home-office, além de uma cozinha integrada, despensa e suíte com um belo jardim. Quer ver e saber mais? Vai lá no site. Acesse: www.conexaodecor.com Arquitetura: @mao2.arquitetura Fotografias: André Mortatti
6 dias ago
View on Instagram |
5/9
Um programão imperdível na nossa cidade!
Tem lugar mais bonito para uma feira de arte!?

Começou hoje a 13ª edição da ArtRio e vai até dia 17 de setembro, na Marina da Glória.

Em 2023, a ArtRio cresce em espaço oferecendo mais conteúdo para todos os visitantes, programação diversificada e cerca de 75 galerias e instituições de arte. O evento acontece de 13 a 17 de setembro, na Marina da Glória, onde ocupará um espaço 25% maior em comparação com o ano anterior. Além da excelência no conteúdo de arte e na discussão de temas atuais e relevantes do setor, esse ano, a ArtRio reforça seu compromisso com a conscientização e as atividades focadas em sustentabilidade, desde a montagem do evento e com uma série de ações voltadas para a redução de impacto.

Desde sua 1ª edição, em 2011, a proposta da ArtRio sempre foi ser uma grande plataforma, com um calendário anual, levando conhecimento e o contato com a arte a diferentes públicos, tanto incentivando a visitação de museus, galerias e instituições como também realizando ações em espaços diversos. 
 
“A ArtRio tem, entre seus compromissos, buscar sempre ações e atitudes que foquem em um mundo e uma sociedade, mais justo e inclusivo, e atua seguindo práticas de sustentabilidade para redução de impacto no meio ambiente. A arte é nossa plataforma de linguagem, e a arte sempre foi um importante canal transformador e propagador de novas ideias. Queremos, ao atuar dentro desse mercado, dar cada vez mais espaço e visibilidade para essas importantes mudanças e atitudes”, posiciona Brenda Valansi, presidente da @artrio_art 

O espaço está divido em TERRA, no pavilhão central da Marina da Glória, e o pavilhão MAR, espaço que teve sua área expandida na esplanada com um projeto desenvolvido pelo arquiteto Pedro Évora. Também foi criado um Jardim das Esculturas, com obras de maior escala.

Nos stories, um pouco sobre a minha cobertura do evento. 

Ps: Não deu para escolher apenas uma fotografia com essa paisagem deslumbrante, com um charme extra, quando o avião levanta voo.
Um programão imperdível na nossa cidade!
Tem lugar mais bonito para uma feira de arte!?

Começou hoje a 13ª edição da ArtRio e vai até dia 17 de setembro, na Marina da Glória.

Em 2023, a ArtRio cresce em espaço oferecendo mais conteúdo para todos os visitantes, programação diversificada e cerca de 75 galerias e instituições de arte. O evento acontece de 13 a 17 de setembro, na Marina da Glória, onde ocupará um espaço 25% maior em comparação com o ano anterior. Além da excelência no conteúdo de arte e na discussão de temas atuais e relevantes do setor, esse ano, a ArtRio reforça seu compromisso com a conscientização e as atividades focadas em sustentabilidade, desde a montagem do evento e com uma série de ações voltadas para a redução de impacto.

Desde sua 1ª edição, em 2011, a proposta da ArtRio sempre foi ser uma grande plataforma, com um calendário anual, levando conhecimento e o contato com a arte a diferentes públicos, tanto incentivando a visitação de museus, galerias e instituições como também realizando ações em espaços diversos. 
 
“A ArtRio tem, entre seus compromissos, buscar sempre ações e atitudes que foquem em um mundo e uma sociedade, mais justo e inclusivo, e atua seguindo práticas de sustentabilidade para redução de impacto no meio ambiente. A arte é nossa plataforma de linguagem, e a arte sempre foi um importante canal transformador e propagador de novas ideias. Queremos, ao atuar dentro desse mercado, dar cada vez mais espaço e visibilidade para essas importantes mudanças e atitudes”, posiciona Brenda Valansi, presidente da @artrio_art 

O espaço está divido em TERRA, no pavilhão central da Marina da Glória, e o pavilhão MAR, espaço que teve sua área expandida na esplanada com um projeto desenvolvido pelo arquiteto Pedro Évora. Também foi criado um Jardim das Esculturas, com obras de maior escala.

Nos stories, um pouco sobre a minha cobertura do evento. 

Ps: Não deu para escolher apenas uma fotografia com essa paisagem deslumbrante, com um charme extra, quando o avião levanta voo.
Um programão imperdível na nossa cidade!
Tem lugar mais bonito para uma feira de arte!?

Começou hoje a 13ª edição da ArtRio e vai até dia 17 de setembro, na Marina da Glória.

Em 2023, a ArtRio cresce em espaço oferecendo mais conteúdo para todos os visitantes, programação diversificada e cerca de 75 galerias e instituições de arte. O evento acontece de 13 a 17 de setembro, na Marina da Glória, onde ocupará um espaço 25% maior em comparação com o ano anterior. Além da excelência no conteúdo de arte e na discussão de temas atuais e relevantes do setor, esse ano, a ArtRio reforça seu compromisso com a conscientização e as atividades focadas em sustentabilidade, desde a montagem do evento e com uma série de ações voltadas para a redução de impacto.

Desde sua 1ª edição, em 2011, a proposta da ArtRio sempre foi ser uma grande plataforma, com um calendário anual, levando conhecimento e o contato com a arte a diferentes públicos, tanto incentivando a visitação de museus, galerias e instituições como também realizando ações em espaços diversos. 
 
“A ArtRio tem, entre seus compromissos, buscar sempre ações e atitudes que foquem em um mundo e uma sociedade, mais justo e inclusivo, e atua seguindo práticas de sustentabilidade para redução de impacto no meio ambiente. A arte é nossa plataforma de linguagem, e a arte sempre foi um importante canal transformador e propagador de novas ideias. Queremos, ao atuar dentro desse mercado, dar cada vez mais espaço e visibilidade para essas importantes mudanças e atitudes”, posiciona Brenda Valansi, presidente da @artrio_art 

O espaço está divido em TERRA, no pavilhão central da Marina da Glória, e o pavilhão MAR, espaço que teve sua área expandida na esplanada com um projeto desenvolvido pelo arquiteto Pedro Évora. Também foi criado um Jardim das Esculturas, com obras de maior escala.

Nos stories, um pouco sobre a minha cobertura do evento. 

Ps: Não deu para escolher apenas uma fotografia com essa paisagem deslumbrante, com um charme extra, quando o avião levanta voo.
Um programão imperdível na nossa cidade!
Tem lugar mais bonito para uma feira de arte!?

Começou hoje a 13ª edição da ArtRio e vai até dia 17 de setembro, na Marina da Glória.

Em 2023, a ArtRio cresce em espaço oferecendo mais conteúdo para todos os visitantes, programação diversificada e cerca de 75 galerias e instituições de arte. O evento acontece de 13 a 17 de setembro, na Marina da Glória, onde ocupará um espaço 25% maior em comparação com o ano anterior. Além da excelência no conteúdo de arte e na discussão de temas atuais e relevantes do setor, esse ano, a ArtRio reforça seu compromisso com a conscientização e as atividades focadas em sustentabilidade, desde a montagem do evento e com uma série de ações voltadas para a redução de impacto.

Desde sua 1ª edição, em 2011, a proposta da ArtRio sempre foi ser uma grande plataforma, com um calendário anual, levando conhecimento e o contato com a arte a diferentes públicos, tanto incentivando a visitação de museus, galerias e instituições como também realizando ações em espaços diversos. 
 
“A ArtRio tem, entre seus compromissos, buscar sempre ações e atitudes que foquem em um mundo e uma sociedade, mais justo e inclusivo, e atua seguindo práticas de sustentabilidade para redução de impacto no meio ambiente. A arte é nossa plataforma de linguagem, e a arte sempre foi um importante canal transformador e propagador de novas ideias. Queremos, ao atuar dentro desse mercado, dar cada vez mais espaço e visibilidade para essas importantes mudanças e atitudes”, posiciona Brenda Valansi, presidente da @artrio_art 

O espaço está divido em TERRA, no pavilhão central da Marina da Glória, e o pavilhão MAR, espaço que teve sua área expandida na esplanada com um projeto desenvolvido pelo arquiteto Pedro Évora. Também foi criado um Jardim das Esculturas, com obras de maior escala.

Nos stories, um pouco sobre a minha cobertura do evento. 

Ps: Não deu para escolher apenas uma fotografia com essa paisagem deslumbrante, com um charme extra, quando o avião levanta voo.
Um programão imperdível na nossa cidade! Tem lugar mais bonito para uma feira de arte!? Começou hoje a 13ª edição da ArtRio e vai até dia 17 de setembro, na Marina da Glória. Em 2023, a ArtRio cresce em espaço oferecendo mais conteúdo para todos os visitantes, programação diversificada e cerca de 75 galerias e instituições de arte. O evento acontece de 13 a 17 de setembro, na Marina da Glória, onde ocupará um espaço 25% maior em comparação com o ano anterior. Além da excelência no conteúdo de arte e na discussão de temas atuais e relevantes do setor, esse ano, a ArtRio reforça seu compromisso com a conscientização e as atividades focadas em sustentabilidade, desde a montagem do evento e com uma série de ações voltadas para a redução de impacto. Desde sua 1ª edição, em 2011, a proposta da ArtRio sempre foi ser uma grande plataforma, com um calendário anual, levando conhecimento e o contato com a arte a diferentes públicos, tanto incentivando a visitação de museus, galerias e instituições como também realizando ações em espaços diversos.    “A ArtRio tem, entre seus compromissos, buscar sempre ações e atitudes que foquem em um mundo e uma sociedade, mais justo e inclusivo, e atua seguindo práticas de sustentabilidade para redução de impacto no meio ambiente. A arte é nossa plataforma de linguagem, e a arte sempre foi um importante canal transformador e propagador de novas ideias. Queremos, ao atuar dentro desse mercado, dar cada vez mais espaço e visibilidade para essas importantes mudanças e atitudes”, posiciona Brenda Valansi, presidente da @artrio_art O espaço está divido em TERRA, no pavilhão central da Marina da Glória, e o pavilhão MAR, espaço que teve sua área expandida na esplanada com um projeto desenvolvido pelo arquiteto Pedro Évora. Também foi criado um Jardim das Esculturas, com obras de maior escala. Nos stories, um pouco sobre a minha cobertura do evento. Ps: Não deu para escolher apenas uma fotografia com essa paisagem deslumbrante, com um charme extra, quando o avião levanta voo.
1 semana ago
View on Instagram |
6/9
Décor contemporâneo e leve.

Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. 

Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca.

Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima.

O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. 

Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes.

A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira.

Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto.
Acesse: www.conexaodecor.com 
Ou link na Bio 

Arquitetura: @ticianelima 
Fotografia: Renato Navarro
Décor contemporâneo e leve.

Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. 

Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca.

Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima.

O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. 

Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes.

A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira.

Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto.
Acesse: www.conexaodecor.com 
Ou link na Bio 

Arquitetura: @ticianelima 
Fotografia: Renato Navarro
Décor contemporâneo e leve.

Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. 

Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca.

Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima.

O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. 

Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes.

A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira.

Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto.
Acesse: www.conexaodecor.com 
Ou link na Bio 

Arquitetura: @ticianelima 
Fotografia: Renato Navarro
Décor contemporâneo e leve.

Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. 

Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca.

Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima.

O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. 

Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes.

A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira.

Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto.
Acesse: www.conexaodecor.com 
Ou link na Bio 

Arquitetura: @ticianelima 
Fotografia: Renato Navarro
Décor contemporâneo e leve.

Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. 

Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca.

Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima.

O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. 

Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes.

A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira.

Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto.
Acesse: www.conexaodecor.com 
Ou link na Bio 

Arquitetura: @ticianelima 
Fotografia: Renato Navarro
Décor contemporâneo e leve.

Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. 

Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca.

Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima.

O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. 

Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes.

A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira.

Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto.
Acesse: www.conexaodecor.com 
Ou link na Bio 

Arquitetura: @ticianelima 
Fotografia: Renato Navarro
Décor contemporâneo e leve. Este apartamento de 167m² na Vila Mariana, São Paulo, foi desenvolvido para um casal com um filho pequeno e um cachorrinho. Recebeu reforma completa, com décor clean e funcional,  integração do living à sala de jantar e à área gourmet. Além disso, uma das suítes foi transformada em brinquedoteca. Com a rotina de trabalho intensa e híbrida, os proprietários queriam a praticidade de um layout facilitador para a dinâmica familiar. Este é o segundo apartamento do casal projetado e executado por Ticiane Lima. O projeto foi desenvolvido com uma arquitetura minimalista para garantir uma atmosfera contemporânea e leve. Os tons de madeira clara se destacam no piso de porcelanato com aspecto de cimento queimado, criando uma linguagem estética comum a todos os ambientes. A adega era um ponto importante a ser pensado para o casal, apreciador de vinhos, de forma que ficasse integrada ao restante da área social. Por isso, ela foi desenhada especialmente pelo escritório para acomodar 62 garrafas, com alças em couro e pinos de madeira. Vai lá no site descobrir mais sobre esse projeto. Acesse: www.conexaodecor.com Ou link na Bio Arquitetura: @ticianelima Fotografia: Renato Navarro
1 semana ago
View on Instagram |
7/9
Marcenaria raiz 

“Poesia explicitada das mesas de cabeceira de Manu Reyes. O mantra inspira/expira deveria ser praticado todas as manhãs, por todos, para bem da humanidade. Acordamos já plugados em nossos celulares, recebendo e respondendo chamadas, verdadeiros autômatos em busca de uma resposta cuja pergunta parece não termos feito.
E quase sempre nos esquecemos da necessidade de inspirar/expirar de forma consciente, calma, como forma de colocar nossas ideias em ordem e depois em prática, estamos sempre como o coelho de Alice in Wonderland correndo atrás do tempo, e esse par de mesas parece incentivar exatamente o contrário, parece mostrar o preço – e o peso – do tempo”. Trecho do texto do @wairdepaula na matéria linda (no site) sobre marcenaria, uma “marcenaria poética”. 

Vai lá no site descobrir mais.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 

Designer: @studioreyesdesign
Marcenaria raiz 

“Poesia explicitada das mesas de cabeceira de Manu Reyes. O mantra inspira/expira deveria ser praticado todas as manhãs, por todos, para bem da humanidade. Acordamos já plugados em nossos celulares, recebendo e respondendo chamadas, verdadeiros autômatos em busca de uma resposta cuja pergunta parece não termos feito.
E quase sempre nos esquecemos da necessidade de inspirar/expirar de forma consciente, calma, como forma de colocar nossas ideias em ordem e depois em prática, estamos sempre como o coelho de Alice in Wonderland correndo atrás do tempo, e esse par de mesas parece incentivar exatamente o contrário, parece mostrar o preço – e o peso – do tempo”. Trecho do texto do @wairdepaula na matéria linda (no site) sobre marcenaria, uma “marcenaria poética”. 

Vai lá no site descobrir mais.
Acesse: www.conexaodecor.com
Ou link na Bio 

Designer: @studioreyesdesign
Marcenaria raiz “Poesia explicitada das mesas de cabeceira de Manu Reyes. O mantra inspira/expira deveria ser praticado todas as manhãs, por todos, para bem da humanidade. Acordamos já plugados em nossos celulares, recebendo e respondendo chamadas, verdadeiros autômatos em busca de uma resposta cuja pergunta parece não termos feito. E quase sempre nos esquecemos da necessidade de inspirar/expirar de forma consciente, calma, como forma de colocar nossas ideias em ordem e depois em prática, estamos sempre como o coelho de Alice in Wonderland correndo atrás do tempo, e esse par de mesas parece incentivar exatamente o contrário, parece mostrar o preço – e o peso – do tempo”. Trecho do texto do @wairdepaula na matéria linda (no site) sobre marcenaria, uma “marcenaria poética”. Vai lá no site descobrir mais. Acesse: www.conexaodecor.com Ou link na Bio Designer: @studioreyesdesign
1 semana ago
View on Instagram |
8/9
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido,  no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma 

Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra.

Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria?
Ou a história de determinado mobiliário?
Nos vamos te contar!
Acompanhe nosso Glossário Décor.

Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
Começamos a semana por aqui, com pequenos segredos contados ao pé do ouvido, no 20° capítulo do nosso glossário Décor em parceria com a @arte.in.forma Sabia que tem um mobiliário pensado para esse fim? O confident, arrasta para o lado e descubra. Sabe aquele termo de decoração que você não faz ideia do que seria? Ou a história de determinado mobiliário? Nos vamos te contar! Acompanhe nosso Glossário Décor. Quer saber sobre os capítulos anteriores? Veja nos destaques, estão todos lá.
1 semana ago
View on Instagram |
9/9

Pinterest

Facebook