Com decoração inteiramente nova, a designer de interiores Fabiana Bastos, do escritório Fabiana Bastos Home Decor levou 3 meses entre elaboração e aprovação nesse projeto de 210m² no Parque Guinle, com vista para o Cristo Redentor.

Apartamento de 210m² no Parque Guinle, com vista para o Cristo Redentor, da varanda com piso em deck

Sofá Paúba e banquinhos assinado por Fernando Jaeger / Almofadas: Emporio Beraldin

Apartamento de 210m² no Parque Guinle, com vista para o Cristo Redentor. Sala ampla e clara com portas de correr para a varanda com vista linda

Sofá lateral em couro pespontado: Finish

A residência principal da família fica em Niterói, mas as constantes idas ao Rio motivaram a compra de um apartamento na cidade para servir de apoio, especialmente dos 3 filhos, que estudam na capital carioca e às vezes saem mais tarde da escola.

Os clientes, um médico oncologista, que costuma usar o apartamento no fim de semana e uma designer de joias, que usa também durante a semana porque segue uma rotina de curso e trabalho em Ipanema.

O projeto foi pautado pela paixão da cliente por mobiliário brasileiro de design assinado, e pelo pedido especial dos moradores: manter a amplitude e a claridade características da sala.

Sala ampla e clara com tapete rosa na fente do sofá branco, rack em madeira baixo e tv em cima

Tapete: Khaleb / Mesa de centro: Empório Beraldin

Entrada dp apartamento com parede espelhada e carrinho de chá com vaso azul em cima

Móvel-carrinho: Carrinho chá assinado por Jader Almeida, do Arquivo Contemporâneo

Mesa em madeira, cadeiras em madeira e palhinha assinadas pelo designer Jader Almeida

Mesa de jantar e cadeiras: assinada por Jader Almeida, da Way Design / Luminária pendente: Costureira, assinada pelo designer André Ferri

A Área social foi decorada em cores neutras para destacar os móveis de madeira, trazendo uma atmosfera contemporânea e acolhedora, ao mesmo tempo.

Como os clientes gostam de arte, o projeto foi elaborado a partir dos quadros que eles já tinham, de artistas brasileiros, tornando-se o ponto alto da decoração.

Cadeira de balanço antiga em madeira e couro fabricada em jacrandá pelo Liceu de Artes e Ofícios nos anos 50

Poltrona de balanço: a cliente comprou da antiga proprietária do imóvel, fabricada em jacarandá pelo Liceu de Artes e Ofícios nos anos 50.

Apartamento de 210m² no Parque Guinle, com vista para o Cristo Redentor. Sala ampla e clara cm sofá bege, tapete azul e um quadro do artista Carlos Vergara

Quadro grande: Artista Carlos Vergara, da Almacén Thebaldi Galeria / Poltronas: Emporio Beraldin

Sala de jantar separada da entrada por painel com ripas de madeira, mesa redonda com tampo de marmore e pés branco, com quatro cadeiras em madeira e tecido cru

Mesa de jantar Saarinen: Way Design / Cadeiras: Velha Bahia / Luminária pendente: Dimlux / Fotografias em preto e branco: Sebastião Salgado

Bancada alta branca na cozinha e tres banquetas em couro e palhinha

Banquetas Iaiá, assinadas por Gustavo Bittencourt

Destaques do quarto com paredes cimentadas: prova que o preto, quando usado de forma equilibrada, não pesa visualmente no espaço. Combinado com o cinza, conferiu ao espaço a neutralidade e a masculinidade desejadas.

Quarto cm parede cimenticia, cama em tablado de madeira e arvores na vista da janela

Quarto com trilho de teto preto, bancada de estudos e nichos em madeira com detalhes preto e ao lado, parede cimenticia

Painel em madeira para tv com nicho embaixo e uma larga parte em lacca preta

Destaques no quarto vermelho: a presença da cor vermelha foi um pedido do filho. Da mesma forma que o preto, quando usado de forma equilibrada, mesmo sendo uma cor quente, pode ficar extremamente elegante e não necessariamente feminino.

Quarto cm paredes cinzas. movél com portas varemelhos embaixo da tv na parede e bancada de studos vermelha

Portas de armaros espelhadas, colchão em cima do tablado em madeira

Para a arquiteta o projeto reuniu:

Aconchego, brasilidade, contemporaneidade, elegância e estilo de decoração contemporâneo”.

“Particularmente, gosto muito quarto preto e cinza e do canto de leitura na sala, ambientado com a poltrona Mole, do mestre Sergio Rodrigues”, emenda Fabiana Bastos.

 

Poltrona em couro e madeira, chamada Mole assinada pelo designer Sergio Rodrigues

Banco Mocho e poltrona Mole, assinados por Sergio Rodrigues: Arquivo Contemporâneo / Luminária de piso Memory assinada por Jader Almeida: Arquivo Contemporâneo / Estante: More, assinada por Jader Almeida, da Finish

Fotógrafo: Raiana Medina

 

Já segue a Conexão Décor nas redes sociais?

Siga o nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades sobre decoração, arquitetura e arte.

Conheça  também nosso Pinterest! Repleto de imagens para te inspirar.

Celina Mello Franco

 

tag: Cristo Redentor

comentários