Colunista convidada Nayara Macedo

Antes de assentar os revestimentos na obra, é necessário definir qual desenho será composto pelas placas cerâmicas. De acordo com o tamanho, formato, cor, quantidade de peças e dinâmica de arranjo é estabelecido a forma como será feita a instalação e o assentamento das placas. O nome dado a etapa do trabalho é paginação.

A paginação também é responsável por contribuir para fatores estéticos, facilidade de instalação e economia de material.

O formato tem influência direta na paginação. Os principais formatos de placas são os quadrados e os retangulares, que, apesar de simples, oferecem uma variedade de resultados em paginações. Também é possível combinar diversos formatos, proporcionando uma composição mais dinâmica ao ambiente.

Já no caso de cores e estampas, é necessário organizar o painel para evitar que formem padrões exagerados ou repetitivos.

Abaixo, um exemplo de piso paginado com cerâmica de várias cores e formatos:

Diferentes formas de paginar cerâmicas e porcelanatos em pisos e paredes. Piso com peças e cores variadas formando uma paginação diferente

Tipos de paginações:

ALINHADA: 

A paginação alinhada é o formato tradicional e mais conhecido. Nesse modelo, as peças são assentadas de forma regular, com bordas alinhadas.

As composições nesse estilo são clássicas e versáteis para combinar com qualquer estilo de decoração, principalmente em projetos clean e minimalistas.

As peças mais utilizadas para as paginações alinhadas são os porcelanatos e cerâmicas extensas. Isso porque o efeito retilíneo aliado aos grandes formatos das peças traz amplitude e estabilidade para os ambientes, deixando-os como uma “página branca” pronta para a composição do restante do décor, principalmente se você optar por peças lisas e de cores neutras.

Por esse motivo, é um dos tipos de paginação mais escolhidos pelos designers de interiores.

Abaixo, exemplos de paginação alinhada em piso e parede:

desenho da paginação alinhada para revestimentos

Banheiro cm azulejo azul formando uma paginação alinhada

parede com reevstimento alinhado em uma copa e tv na parede

VERTICAL: 

A paginação vertical é pouco utilizada em pisos, embora seja comum no revestimento de paredes.

É feita com peças retangulares, tendo como eixo os lados de maior medida das placas, o que causa o efeito de verticalidade. Quanto maior for a proporção entre as medidas das peças, maior será o efeito vertical da composição.

Abaixo, exemplos de paredes com paginação vertical:

Diferentes formas de paginar cerâmicas e porcelanatos em pisos e paredes. Parede de banheiro com revestimento retangular peto formando uma paginação vertical

banheiro com revestimento retangular na cor rosa aplicado na vertical.

parede de fundo em um banheiro com revestimento retangular na cores branco, e salpicado de verde e vermelho , aplicado na vertical

HORIZONTAL: 

Nesse modelo de paginação, as peças são alinhadas conforme o eixo horizontal das placas, causando um efeito de aumento visual da largura da superfície.

A paginação horizontal também é muito utilizada em paredes e em ambientes menores, como banheiros e  lavabos, dando a impressão de continuidade e amplitude.

Abaixo, exemplos de paredes com paginação horizontal:

Diferentes formas de paginar cerâmicas e porcelanatos em pisos e paredes. Varanda com a parede de fundo revestiedo com azulejo preto retangular aplicado na horizontal

Box de banheiro revestido com azulejo rosa clarinho do formato retangular aplicado na horizontal

DIAGONAL: 

A paginação de piso em diagonal não é muito indicada pelos designers de interiores, a menos que o projeto exija esse padrão.

Isso porque, apesar de causar um bonito efeito visual, esse tipo de paginação gera muito desperdício devido ao corte das peças.

Para você ter uma ideia, nas paginações anteriores, a média de desperdício com os recortes é de 10% do material, enquanto na diagonal esse percentual sobe para 25%.

desenho da paginação diagonal

desenho de paginação diagonal no piso

Piso em placas na cor bege com paginação na diagonal

 

ESPINHA DE PEIXE (ou Chevron)

Bastante utilizada na Europa há vários séculos, a paginação espinha de peixe recuperou preferência em projetos contemporâneos, nacionais e internacionais.

Trata-se de um desenho de peças que formam um “zig zag”, ideal para formatos retangulares, com assentamento em ângulos de 45 graus.

Comumente conhecida em pisos de madeira, a paginação espinha de peixe ganhou espaço também em materiais como cerâmica, azulejos e porcelanatos, conferindo um resultado ao mesmo tempo clássico, elegante e contemporâneo.

A desvantagem desse tipo de paginação é que ela aumenta consideravelmente o custo da aplicação, já que a mão-de-obra é maior para seus cortes e acabamentos. Além disso, o cálculo de perda do material deve ser de 30%.

Abaixo, exemplos de paginação em espinha de peixe:

desenho de paginação espinha de peixe

revestimentos aplicados na paginação espinha de peixe

parede em cima da bancada de cozinha com revestimento azul e branco instalado na paginação espinha de peixe, na diagonal, intercalando as cores formado faixas

em cima da bancada de cozinhe e dentro de uma piscina, revestiemnto instalado na paginação espinha de peixe , na diagonal

revstimento retangular nas cores marrom, amarelo e cinza instalado na parede em diagonal formando a paginação espinha de peixe

piso do bannheiro com revestimento branco e imitando madeira, instalado na digonal com angulo de 45 graus, de madeira aleatoria formando a paginação espinha de peixe

ESCAMA DE PEIXE: A paginação tipo escama de peixe tem os mesmos atributos da paginação espinha de peixe. A única diferença está na direção da instalação, já que ambos são formados por réguas do piso intercaladas.

Na paginação escama de peixe as peças são organizadas horizontal e verticalmente, ou seja, formando 90°, sempre começando pelas laterais. Enquanto a espinha de peixe segue o alinhamento das paredes, a escama de peixe é instalada na diagonal. Essa paginação também é ideal para peças retangulares.

O cálculo da quantidade de revestimento segue o mesmo padrão do cálculo para o tipo espinha de peixe. Ou seja, a perda de material é de 30%.

desenho da paginação escama de peixe, retangulos em 90 graus

revestimento do banheiro instaldo com peças em na horizontal e na vertical

TRANSPASSE PADRÃO E TRANSPASSE ALEATÓRIO: 

Muito utilizada em pisos de madeira ou que reproduzem esse material, a paginação transpassada consiste em colocar dois pisos lado a lado, um desencontrando o final do outro.

O resultado é sofisticado, diferenciado e muito inovador, trazendo doses extras de estilo e originalidade para o seu décor.

No transpasse padrão, é usado no máximo 15% do comprimento da peça. Por exemplo, se o revestimento tem dimensões de 60×120 cm, o transpasse máximo é de 18cm em relação à peça vizinha.

 

desenho de reguas em madeiras instaladas com transpasse

desnho da paginação transpasse, retangulos que se alternam

Diferentes formas de paginar cerâmicas e porcelanatos em pisos e paredes. Paede de tijolinho com a paginação transpasse

Diferentes formas de paginar cerâmicas e porcelanatos em pisos e paredes. Madeira com a paginação transpasse

Banheiro grande e claro. Com piso e parede com ao mesmo revestimento imitando madeira, banheira branca e vidro separando a area do box e vaso sanitario

O planejamento é importante para obter um bom resultado estético e econômico em um projeto.

É essencial a escolha de bons profissionais para realizar a paginação e materiais de alta performance. Além disso, influenciam diretamente na vida útil da obra.

Nayara Macedo

Arquiteta carioca que hoje reside em Miami e colunista convidada da Conexão Décor

 

 

 

Já segue a Conexão Décor nas redes sociais?

Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades.

Conheça  também nosso Pinterest! Repleto de imagens para te inspirar.

 

tag: paginação

comentários