Colunista convidada Nayara Macedo

 

As cores desempenham um papel extremamente importante na decoração, pois ajudam a condicionar um espaço de uma determinada forma, maximizando assim uma ou várias sensações. Considerando a relevância da primeira impressão, são elementos de poder e força na decoração.

O poder das cores é tema de inúmeros estudos, conceitos e teorias aplicáveis que prometiam o domínio sobre as cores e sobre aquilo que se desejava transparecer.Entre elas, está a famosa obra “A teoria das cores”, escrita por Johann W. Von Goethe.

O nome “Teoria das Cores” pode remeter à certa complexidade, como fórmulas de física relacionadas à existência das colorações, mas o conteúdo de hoje não é sobre isso.

O objetivo é dar algumas dicas sobre como funcionam as cores e como usá-las da melhor maneira, aplicadas à decoração.

Antes de começar, lembra das aulas de educação artística na escola, sobre as cores primárias, secundárias e terciárias, e como estas divisões resultam na Roda das Cores?

A Roda das Cores é uma ferramenta muito importante que tem como função principal fornecer uma representação visual das cores que combinam entre si e são a chave para compor uma decoração única e repleta de estilo.

O poder das cores na decoração, circulo das cores

  • Cores primárias: Vermelho, azul e amarelo. Não são resultante da mistura de nenhuma das cores.
  • Cores secundárias: Laranja, roxo e verde. São resultante da mistura de duas das cores primárias.
  • Cores terciárias: Os seis tons são resultantes da mistura das cores primárias com as secundárias.

Como usar o círculo cromático para combinar cores?

O poder das cores na decoração, combinações complementares no circulo das cores

O poder das cores na decoração, combinações complementares nos circulos das cores

Para entender como são feitas as combinações e esquema de cores ideais, é preciso entender as relações entre as cores do circulo. As principais coordenações são divididas em complementares, análogas, triádicas, decompostas e monocromáticas.

A verdade é que, ainda que você use o esquema de cores com a ajuda de alguns truques, é preciso ter ousadia para fazer certos experimentos e assim alcançar um estilo único. Portanto, não se prenda a nenhuma receita de bolo.

Pensar “fora caixa” pode criar surpresas incríveis. Use sua criatividade e o seu senso crítico. Afinal, a magia do uso da cor e da criatividade não tem limites.

Confira abaixo um exemplo de decoração ousada, que utiliza quatro cores, com resultado final surpreendente.

O poder das cores na decoração, parede amarela, aparador verde, cafeteira rosa

 

Esquema de Decoração Monocromática

O poder das cores na decoração, cozinha com tonalidades de preto na parede, armarios, piso e cadeiras

O poder das cores na decoração, sala com tonalidades de rosa nas paredes, na mesa redonda e nas cadeiras

Como o próprio nome indica, uma decoração monocromática consiste em escolher apenas uma cor e aplicar diferentes tonalidades no décor, variando sua saturação e luminosidade.

Para obter uma composição interessante, abuse do mix de diferentes texturas na decoração. Feito da maneira errada, o monocromático pode ser monótono, deixando o ambiente chato, sem variedade ou interesse visual, já que há pouco contraste.

O poder das cores na decoração, quarto com tonaliades de azul na parede, roupa de cama e cabeceira

 

Esquema de Decoração Análoga

O poder das cores na decoração, sofá cinza com almofadas roxas

O poder das cores na decoração, sala com parede azul, sofá azul e janela pintada de verde.

As cores análogas são as três cores em sequência de uma roda de cores. O segredo para empregá-las bem é a proporção.

Neste estilo de decor, usamos uma cor primária e suas duas colorações vizinhas na Roda das Cores. O ideal é escolher o tom mais claro como dominante, enquanto os outros funcionam como coadjuvantes.

Para evitar que o ambiente fique carregado, aposte em pequenos itens decorativos neutros. Assim, você encontra um equilíbrio perfeito.

O poder das cores na decoração, armarios com portas pintadas e rosa, azul e turquesa

Esquema de Decoração com Cores Complementares

O poder das cores na decoração, cozinha com azulejos azuis, prateleira vermelha e armario amarelo

O poder das cores na decoração, sala com sofá laranja e almofadas azuis

São as cores que se encontram em direções opostas na roda de cores. Se a intenção é causar impacto, essa é a combinação indicada!

Nesta decoração, aplicam-se duas cores que estão em posições opostas na Roda de Cores, ou seja, uma cor fria e outra quente. Por isso, é uma das harmonizações mais arriscadas de se fazer, já que o contraste é marcante.

Melhor utilizá-las em pequenas doses e quando você quiser chamar a atenção para um elemento particular do design de seu interior.

Se você gosta da ideia de cores complementares, lembre-se de utilizá-las com muitas cores neutras, pois é importante que o seu olho tenha espaço para descansar.

O poder das cores na decoração, quarto com parede laranja, cabeceira em azul jeans e cortina listrada de azul e branco

O poder das cores na decoração, sala com parede azul e sofá rosa

 

Esquema de Decoração Tríade

O poder das cores na decoração, parede roxa e bancos vermelhos

O poder das cores na decoração, cozinha branca com bancos vermelhos e balcão azul

Para combinar as cores tríades de forma correta, é necessário escolher três colorações opostas e estas devem formar um triângulo na Roda das Cores.

Como este esquema de cores costuma ter bastante contraste, é muito comum vê-lo em quartos infantis. Além das cores tríades, invista em detalhes cinza ou bege!

Eles não só completam a decoração como também ajudam a criar um espaço harmonioso

O poder das cores na decoração, quarto infantil com colcha, cortina e cabeceira em tecido xadrez nas cores: laranja, verde e azul

 

Esquema de cores complementares decompostas

O poder das cores na decoração, quarto de criança em tons clarinhos de bege e azul.

Se você gosta da ideia de um esquema de cores complementares, mas a alternativa parece um pouco ousada demais, as cores complementares decompostas podem ser uma escolha mais segura.

Elas funcionam melhor quando você usa a sua cor de base como cor dominante. No entanto, ao invés de escolher um tom saturado, tente se concentrar em uma cor mais delicada, combinada com os dois tons que estão no lado oposto ela.

Assim, você terá uma sensação de mais equilíbrio no ambiente, sem abrir mão do impacto visual de cores ousadas e sem depender dos neutros para acalmar o espaço.

Agora que você conhece a combinações de cores básicas de acordo com a Teoria das Cores, que tal observar os contrastes presentes no seu dia a dia?

Na hora de decorar, cada detalhe faz diferença, inclusive as cores escolhidas. Então, quando for renovar seu ambiente, lembre-se da colorimetria.

Não tem erro!

 

 

Nayara Macedo

Arquiteta carioca que hoje reside em Miami e colunista convidada da Conexão Décor

 

Já segue a Conexão Décor nas redes sociais?

Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades.

Conheça  também nosso Pinterest! Repleto de imagens para te inspirar.

 

tag: nayara macedo

comentários