Studio Travellero, que ressignifica espaços urbanos através da pintura mural, é formado pelos artistas Bernardo Magina e Dafne Nass.

Desde 2016, a dupla segue dialogando com a arquitetura da cidade e trabalhando em diferentes suportes, levando a técnica da pintura de cavalete para a rua.

Porta pintada, estilo grafiti,  de um casario antigo no Rio e os artistas ao lado, um homem e uma mulher.

Magina e Nass já fizeram intervenções urbanas em diversos bairros do Rio e São Paulo, interferindo em pistas de skate, lojas, escolas, containers, um teatro, um hotel, apartamentos e até na fachada de um supermercado.

Pista de skate com os muros pintados,

Dois contêineres empilhados e com a faixada pintada estilo grafiti

Ele é artista e curador, mestre em Arte e Cultura Contemporânea pela UERJ e professor do curso “Pintura Além do Quadro”, da EAV Parque Lage.

Ela é designer de moda e artista visual (estudou no IED, em Milão, e fez História da Arte e desenho de observação, tb na Itália).

As referências artísticas que inspiram a dupla vão dos pintores modernos – como Cézanne, Picasso, Braquee o casalDelaunay – aos contemporâneos Frank Stella e Richard Diebenkorn.

 

porta pantográfica pintada estilo grafiti, toda colorida com desenhos geométricos

O diferencial da Travellero está em levar princípios da pintura de cavalete para o campo ampliado.

Os materiais e as técnicas utilizadas vêm da pintura formal e não do grafite: são pinceis, rolos, tinta de parede e corantes para criar as próprias cores.

Essa sutileza cromática diferencia a estética do Studio Travellero.

A relação com o espaço urbano é outro ponto que diferencia o trabalho da dupla, que tem interesse em dialogar com a arquitetura e não em demarcar território como afirmação existencial, que é o grande mote da arte de rua e do grafite.

 

Muro do Jockey Club no Rio, todo colorido com desenhos geométricos.

 

Os projetos de interiores, que incluem painéis em apartamentos ou intervenção em mobiliário, são mais um filão da dupla que traz no portfólio marcas e empresas como a Adidas, o Jockey Clube, a mostra Morar Mais por Menos e a loja Rio ETC.

Telas em formatos diferentes coloridas com desenhos geométricos na parede  interior de uma casa

 

Trabalho realizado em parceria com o Studio WDG para a mostra de design e arquitetura Morar Mais por Menos, em outubro de 2016. Recebemos o convite para dar vida e cor a esta instalação sustentável feita por 700 caixas de papelão de 40×40 cm, que estruturava a entrada e bilheteria da mostra. A maior parede da instalação tem 6,4 metros de comprimento e 2 metros de altura.

 

Instalação artistica, 700 caixas pintadas , coloridas com desenhos geométricos  de papelão empilhadas criando um túnel

Mostra Morar Mias 2016

 

Conheça nosso Pinterest! Repleto de images para te inspirar.

Você já conhece nossas outras redes sociais?

Já segue o Conexão Décor?

Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades.

 

Celina Mello Franco

Liliane Abreu  

tag: arte muralista

comentários