Restaurantes para conhecer no litoral catarinense
 
Além da boa gastronomia, o guia é composto por estabelecimentos projetados pelo arquiteto Gabriel Bordin 

 

Se além de um bom cardápio a arquitetura do lugar pesa na escolha, então esse roteiro é para você.

Os restaurantes a seguir têm propostas gastronômicas totalmente distintas e apenas um traço em comum: assinatura do arquiteto Gabriel Bordin.

O profissional também indica seus pratos preferidos do itinerário.

Em Florianópolis, à beira do mar de Santo Antônio de Lisboa, o Pargus há dois anos tornou-se o queridinho dos que amam comida grega.

Sob o comando do chef Nathan Oliveir, o lugar materializa o termo “pé na areia”.

 

Varanda do Pargus, em Santo Antônio de Lisboa (Foto Fabio Severo)

 

A Grécia inspirou o projeto, porém não da forma mais explícita da estética conhecida.

Bordin deixou de lado as cores azul e branca, e acolheu na paleta os tons mais cinzentos e arenosos.

 

Foto: Fabio Severo

 

Assim como o bambu, material da bancada do bar, dos brises e fechamentos do teto.

Parte do mobiliário foi criado com madeira reaproveitada e cestos de palha invertidos fazem as vezes de luminárias.

 

Foto: Fabio Severo

 

Foto: Fabio Severo

 

 

No Pargus, o arquiteto adora o Polvo Grelhado em cama de humus com Tzatziki, farofa de pão ao nero e azeite grego. 

Fica a dica!  

 

Foto: Fabio Severo

 

Na Avenida Atlântica de Balneário Camboriú, o tradicional restaurante-club La Belle passou por uma grande reforma comandada pelo arquiteto.

O azul royal prevalece na proposta misturado ao branco, num layout fluido que atende tanto a função balada quanto restaurante.

 

La Belle, em Balneário Camboriú, é um mix de restaurante e casa noturrna (Crédito Fabio Severo)

 
A planta dividida em três faixas paralelas inicia na varanda com vista para o mar, adentra o restaurante e chega à pista de dança.

 

Foto: Fabio Severo

 
Estes espaços foram divididos com cortinas ou sistema de vidro deslizante para que possam ser integrados ou divididos com facilidade.
 

Foto: Fabio Severo

 
“A divisão ainda se dá por uma graduação na linguagem do espaço, iniciada mais clara e praiana na varanda e terminando mais noturna no espaço de eventos”, completa Bordin.

Foto: Fabio Severo

 
 

Vale aproveitar o fervo da pista, mas antes experimentar o Risoto de Camarão Capri com molho de moqueca.

Prato imperdível!

 

 

 

Conheça nosso Pinterest! Repleto de images para te inspirar.

Você já conhece nossas outras redes sociais? Já segue o Conexão Décor?

Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades.

Celina Mello Franco

Liliane Abreu

TAG: Gabriel Bordin

comentários