Arquiteta Pati Cillo aborda passo a passo completo para a utilização do papel de parede

À frente do escritório Pati Cillo Arquitetura, a profissional conta suas experiências na utilização do material em seus projetos e fornecendo um guia para a utilização do papel de parede.

sala com sofá em l e papel de parede preto e branco na parede fundo

Projeto Pati Cillo | Foto Eder Lizier

 

As parede têm a capacidade de expressar e revelar a personalidade do morador. Uma ótima alternativa para renovar e dar cara nova à casa é o uso de papéis de parede que podem ser encontrados nas mais variadas cores, estampas, estilos e até com efeitos tridimensionais.

Brincamos por aqui na Conexão Décor com a seguinte frase: ” O poder transformador do papel de parede”!

O recurso é prático e pode ser encontrado com preços acessíveis. Mas na hora de escolher o modelo surgem as dúvidas: onde pode ser aplicado? Qual cola usar? Quantos metros devo comprar? Pensando nisso, a arquiteta Pati Cillo, do escritório Pati Cillo Arquitetura, responde as principais dúvidas para uma aplicação sem erros.

1. Como a parede deve ser preparada para receber o material?

É essencial que a parede esteja completamente lisa e com uma demão de tinta para que o acabamento fique perfeito. “É bom lembrar que se o papel for claro, é fundamental que a parede seja pintada com uma cor clara. Dessa forma não corremos o risco da estampa do papel de parede ser alterada”, explica Pati.

2. Como escolher o tipo certo de material do papel de parede?

Nas áreas molhadas, como cozinha ou banheiro, é interessante optar pelos papéis de TNT ou vinílicos, já que são resistentes a unidade. A arquiteta indica que para um efeito mais sofisticado, é preferível os papéis com tecido ou palha (seda, veludo, flocado). Apesar de não terem tanta resistência, o resultado final sempre agrada à todos.

3. Como é feito o cálculo da metragem?

Para fazer o cálculo, o modelo do papel deve ser observado. É necessário que tenha a medida certa de largura e altura, não apenas os metros quadrados. Se o papel de parede for estampado, a profissional sempre aconselha calcular de 10% a 20% a mais de material, pois terá que acertar a emendas dos desenhos. “Quando o papel é liso, o aproveitamento é sempre maior”, lembra a profissional.

4. Para a conservação e limpeza, o que é indicado?

O ideal é sempre limpar a seco com um pano limpo, aspirador de pó e espanador também é indicado. É essencial que nunca use produtos abrasivos!

5. Qual a técnica para retirar? E se acontecer um rasgo, tem como de arrumar?

Para retirar, vale borrifar água no papel de parede e, com a ajuda de uma espátula, realizar a retirada por partes. “Se rasgar, o melhor é trocar toda a faixa, porque o papel ficará marcado”, conta Pati.

 

Para seguir o estilo em casa, separamos algumas sugestões para você se inspirar e colocar um papel no seu décor, escolha o seu!

papel de parede zig zag na parede

A estampa Chevron é um querida na decoração, temos um post falando sobre o uso no décor, clica aqui para ver o post completo. Se você gostou desse papel, compre aqui.

 

papel de parede com folhagens verde e um aparador em madeira clara em frente

Folhagens é sempre alegre, esse é da Bepaper.

 

papel de parede com estampa de folhas e um sofá cinza

Uma explosão de alegria essa parede verde!

 

estampa de folhas com fundo azul no papel de parede

A estampa mais de perto, para comprar clique aqui.

 

listras preto e branca no papel de parede aplicado na parede com uma bancada branca em frente

Sempre chic e atemporal a listras em preto e branco! Para ver e comprar, clica aqui.

 

cerejeira e passarinho no papel de parede

Cerejeiras e passarinho, lindo! Compre aqui.

 

Parede aras do sofá com papel de parede estampado com flores

Vamos florir a casa?! Compre aqui.

 

Conheça nosso Pinterest! Repleto de images para te inspirar.

Você já conhece nossas outras redes sociais?
 
Já segue o Conexão Décor?
 
Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades.
 
 Celina Mello Franco
 
Liliane Abreu
 
tag: papel de parede