Feng Shui é aliado no bem-estar da sala zen.

Convidamos a Design de Interiores Sandra Staffa, formada no Polidesign em Milão e consultora de Feng Shui,  para assinar essa matéria, uma vez que a design se baseou na técnica para projetar seu espaço, Sala Zen, na mostra Morar Mais Rio 2019.

A casa hoje é vista mais como refúgio de bem-estar e de interação social do que como ostentação de status, e o Feng Shui pode ser um bom aliado.

O design de interiores acompanha esta mudança propondo ambientes que promovem a tão desejada tranquilidade através da iluminação, dos móveis e de adornos mais acolhedores. O importante mesmo é que os moradores, a família e os amigos se sintam a vontade, em espaços funcionais, práticos e agradáveis.

Luminárias indiretas, lâmpadas mornas de efeito mais amarelado e as que dão efeito de “claro/escuro” no mesmo cômodo acalmam o olhar.

Balanços-poltrona, sofás com chaise ou em formatos arredondados que abraçam quem senta, lembram o refúgio de um casulo.

Tecidos naturais e de toque macio são os preferidos, assim como as almofadas que dão conforto tátil ao olhar.

Poucos adornos e os de linhas mais simples e cores suaves são os que fazem mais sucesso, tornando a atmosfera mais “clean”.

Isso tudo vai totalmente ao encontro com a filosofia milenar chinesa chamada Feng Shui.

Este conhecimento antigo diz que o ser humano está associado ao ambiente onde vive e que os espaços exercem influência no seu estado de espírito.

Desta forma, um cômodo organizado e bem cuidado seria o reflexo de um morador que prima pelo (e que promove) equilíbrio e felicidade a si mesmo e as pessoas que convivem com ele.

A técnica consiste em posicionarmos o baguá – que é um octógono onde cada parte se refere a uma área da vida – com o Trabalho direcionado para o hemisfério Norte.

Um conjunto de elementos simbólicos ajudaria na fluência da energia do Chi daquela porção, enquanto a ausência da décor adequada atrapalharia na circulação dela no ambiente.

Tudo tem significado simbólico e reflete uma ligação afetiva mesmo que não seja tão aparente em um primeiro momento.

Young também provou isso cientificamente na psicologia, bem como Piaget no campo do aprendizado infantil.

Isso mostra que o conhecimento já foi provado cientificamente.

Baseada na sala zen do Morar Mais Rio, seguem 15 dicas práticas de como aplicar a técnica na sua casa ou escritório, com fotos de dhani Borges:

  1. Água corrente no Canto da Prosperidade – aqui foi representada por um aquário com um casal de peixes dourados (com a bomba que oxigena a água e a mantém em movimento), mas substituições como um quadro ou objeto que represente já vale. O importante também é a intenção de quem aplica a técnica. Outra dica importante é as coisas andarem aos pares, pois ajudam no equilíbrio masculino/feminino ou das energias opostas (Yin Yang).

Feng Shui, aquário com um casal de peixes dourados e bambu na felicidade no centro.

 

  1. Azul, lilás ou verde no Canto da Espiritualidade – uma parede foi pintada de azul em uma tonalidade que lembra o lilás e o cinza. Além de ser a cor orientada pelo Feng Shui, o azul é a cor do céu e do manto de Maria, o que por si só já nos remetem à espiritualidade.

Feng Shui, parede pintada de azul

 

   3. Para ativar o Sucesso, vermelho, fogo e triângulo – o vermelho e o fogo aqui estão representados por uma cômoda de madeira cor de fogo e detalhes dourados. Já o triângulo está no vaso em cápsulas neste formato.

Feng Shui na sala zen, espelho oval em cima de uma comoda em madeira e planta alta

 

  1. Se a preocupação é com o Relacionamento, seu elemento é terra – um vaso de 1 m de altura e uma grande planta é onde esta parte da natureza se faz presente. 

Feng Shui na sala zen, vaso de 1 m de altura e uma grande planta é onde esta parte da natureza se faz presente. 

 

  1. Na área da Criatividade, elemento branco e arredondado – um sofá de 2 m branco e ovalado foi disposto e, além de fluir a energia neste trigrama, ainda passa a ideia de estar de braços abertos a quem chega na Sala.

Feng Shui na sala zen, sofá braco, puff, tapete cinza fofo, espelho oval em cima da comoda em madeira.

 

  1. No canto dos Amigos, o metal é elemento chave – por isso uma grande luminária metálica foi colada neste canto.

Sala zen , grande luminária metálica no canto pintado de azul e um quadro preto e branco de uma bailarina

 

  1. Já no Trabalho, preto e formas sinuosas – almofadas e tapete com cinza representam o preto em percentual, e as formas sinuosas estão nas poltronas e no design das almofadas e tapete oval fofinho. Aqui o conforto térmico levantado pelo Feng Shui também é reforçado por meio do tapete fofo.

Feng Shui na sala zen, parede azul com luminárias e poltrona branca

 

  1. Família propõe a cor verde – aqui representada por plantinhas em diferentes vasinhos.

Feng shui na sala zen, mesa de centro com flor tropical  e um pincel chines

 

  1. Sem obstáculos a quem entra  – os móveis foram colocados de forma convidativa a quem entra, estando todos voltados para a porta principal de entrada, sem obstáculo visual algum. Por isso o pufe foi o móvel adotado para completar o círculo, mas por não ter encosto ele permite que se enxergue até o fundo da sala. 
  1. Disposição circular e ausência máxima de quinas – um tapete oval foi adotado e nele, estofados arredondados de forma que a energia circule e as pessoas sentam-se umas viradas para as outras, como nas antigas rodas ao redor da fogueira.

Sala Zen, com Fenh Sui, salacom decoração clara, parede azul.

 

  1. Plantas que amenizam a energia dos eletrônicos – o home theater e o sistema de automação teve sua energia negativa rebatida pela planta em formato de leque.

Feng Shui, na sala zen. Televisão na parede que tem filetes dourados para enfeitar e rack branco

 

  1. Respeito aos seres vivos sencientes – espaço pet, plantas naturais adequadas e o aquário realizado de forma benéfica, provam um respeito a tudo que é vivo. O respeito e a presença da natureza é chave no Feng Shui, até pelo benefício da purificação do ar.   

Sala zen, luminária de metal criando  uma escultura, tapete para cachorro embaixo e ao fundo parede azul

 

     13 – A aromaterapia como aliada – algumas linhas do Feng Shui propõem a aromaterapia como aliada nesta purificação do ar, e nesta sala foi incluído um difusor com óleo essencial de tangerina, próprio para quem deseja aconchego, calma e concentração intelectual. 

   14 – Energia da rua não entra – uma prática conhecida e adotada por praticantes do budismo, yoga, zen-budismo entre outras é a retirada dos calçados antes de entrar em casa. Mais do que um hábito preocupado com a sujeira propriamente dita (infectologistas dizem que isso é relativo) o simbolismo disso é deixar o que é negativo na porta e só deixar entrar boas energias em casa.

    15 – Poucos objetos, afetivos e significativos – o minimalismo desta sala e o simbolismo de cada elemento da décor vai ao encontro com a filosofia Feng Shui e outras práticas orientais. Um ambiente com menos é mais fácil de ser mantido limpo, além do consumismo controlado ser sustentável e nos colocar de volta em harmonia com a natureza.

Sandra Staffa

 

Conheça nosso Pinterest! Repleto de images para te inspirar.

Você já conhece nossas outras redes sociais?

Já segue o Conexão Décor?

Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades.

Celina Mello Franco

Liliane Abreu

 

TAG: Feng Shui