DESIGN CRIATIVO DA PORTINARI MARCA PRESENÇA NA CASACOR RIO GRANDE DO SUL

Presente em 13 ambientes, marca comemora o sucesso de mais uma participação.

 

  Quem passar pelo antigo prédio do Hospital da Criança Santo Antônio, em Porto Alegre, poderá conferir os 49 ambientes criados especialmente para a 28ª edição da CASACOR RS, até 08 de setembro.

A Portinari está presente em 13 ambientes no evento, revestindo paredes e pisos com coleções repletas de design, emoção e alta tecnologia.

O grande destaque entre todos os revestimentos usados pelos profissionais é a coleção Joy MZ, assinada pela arquiteta Marília Zimmermann.

Formado em blocos em forma de diamante (ou losangos) sobre um fundo colorido, a coleção alegre tem a textura granulada do papel usado para pintura em aquarela, enfatizando a intensidade e transparência das cores, com o protagonismo da água.

As 15 cores da coleção foram escolhidas com referência na Pantone, na busca de tons pastel que combinassem entre si.

Confira aqui os ambientes imperdíveis da CasaCor RS:

 

Ambiente Bureau Hopman, por Guilherme Lopes

Marcado pela paleta de cores em tons fortes e escuros, tipicamente masculino, na composição de um ambiente moderno e sofisticado em um gabinete que abraça as linhas retas e mobiliário confortável.

O espaço dividido em três ambientes diferenciados, ideais para desfrutar de atividades cotidianas como receber amigos em reuniões informais ou de trabalho: mesa de trabalho, sala de estar e pequena copa.

 

Ambiente Bureau Hopman, por Guilherme Lopes

 

  Obras de arte, biblioteca, tapete autoral, painel em pedra e lareira suspensa refletem a identidade do cliente apaixonado por torneios internacionais de tênis, bebidas especiais e charutos.

O toque e a nobreza da madeira ebanizada reproduzidas fielmente na coleção Chaplin da Portinari, foi aplicada em todo o piso do espaço, conferindo charme e boa dose de elegância em harmonia com móveis de madeira e couro sem excluir o conforto e funcionalidade, garantindo o caráter masculino.

 

Adega e Boulevard, por Carolina Gehlen:

A região dos cultivos de videiras e oliveiras e antigos castelos da Europa são a inspiração para o ambiente.

Foto: Cristiano Bauce

 

Com 110m², o espaço criado com requinte e sofisticação abriga uma composição de móveis de estilo e peças contemporâneas, revelando o décor atemporal com o uso dos porcelanatos cimentícios da coleção Vêneto, proporcionando um clima ideal para apreciar delícias da gastronomia e acomodar os principais rótulos.

 

 

“Um lugar perfeito para reunir os que desejam sentir o espírito de família e confraternização, para desfrutar de uma gastronomia de muito sabor, harmonizada com excelentes vinhos e azeites de oliva”, comenta Carolina.  

 

 

  O uso do cimento na decoração tem ganhado cada vez mais espaço.

A base neutra permite explorar criações que vão desde o minimalista até as mais ousadas.

A coleção Vêneto teve sua inspiração nas pedras da região que dá nome a coleção.  

 

Casulo No. 5, por Daiana Arnold e Roberta Arnold Schell.

O espaço nasceu do casamento entre a transformação e os cinco sentidos, em uma experiência completa ao percorrer os 42m² do projeto. Probabilidades de mudanças, versatilidade, busca pela liberdade e se lançar em direção a novas oportunidades e viagens.

Essas são algumas das simbologias deste número.

 

Foto: Cristiano Bauce

“Nós da Casulo temos como premissa, transformar dando asas à imaginação, e como estamos fazendo uma loja de fragrâncias, faz todo sentido, tirar partido do olfato e explorar os demais sentidos, estimulando as experiências e o sensorial,” comentam Daiana e Roberta.

Estimulando visualmente o visitante, as arquitetas optaram pela coleção Canova, da Portinari, que reproduz fielmente os veios dourados, riqueza e nobreza do mármore Calacata Machiavechia.  

 

Foto: Cristiano Bauce

Assim como o escultor italiano Antonio Canova, que dá nome a coleção, despertou tantas emoções com suas obras únicas, essa coleção chega para complementar essa experiência.  

 

Suíte Mon Amour, por Cíntia Aguiar

No projeto assinado pela arquiteta Cíntia Aguiar o quarto passa a ser protagonista, indo além da sua função de dormitório ou um espaço para o vestuário.

A suíte Mon Amour, nos convida a todo instante, a um merecido descanso distribuído em perfeitos 49m².

Para compor a ambientação da suíte, Cintia escolheu tons suaves e terrosos que se unem harmonicamente com tecidos e tramas, costurando um clima agradável.

O relax e o descanso são personificados nas figuras da poltrona de balanço e no carpete que calorosamente reveste o piso. As atenções se voltam para o closet aberto.

 

 

A parede de fundo do ambiente é revestida com porcelanato, grande tendência na decoração.

Escolhi a coleção Max Focus por ser um revestimento 3D, com volumetria, estilo de produto que está cada vez mais presente nos projetos, quando se deseja que uma paginação seja o centro das atenções. Sua medida 20×20 proporciona um efeito visual incrível. Combinou perfeitamente com o projeto”, comenta Cíntia.

 

Foto: Andre Bastian

A sala de banho tem como destaque a banheira Wardon, metais red gold Deca e revestimento Portinari na parede.  

 

 

A Sala do Luis, por Izabela Pagani

Em uma belíssima homenagem ao escritor, cronista, humorista e músico Luis Fernando Verissimo, a arquiteta valoriza a sala como ambiente principal, protagonista da casa, em um universo repleto de afeto e memórias afetivas.

A proposta da profissional foi criar um ambiente com foco na arte e cultura, favorável a uma boa leitura, criação e apreciação da música, estabelecendo conexões e inspirações desses elementos e provando que o design de interiores não se resume pura e simplesmente no mobiliário.

 

A composição do ambiente foi criada a partir de um mergulho na vida e trajetória de Verissimo, buscando referências nas visitas à residência do escritor.

A homenagem está presente em cada elemento escolhido para a ambientação, como a madeira pau-ferro – muito utilizada na produção de instrumentos musicais -, a estante inspirada na canção ‘Samba de Verão’ e até mesmo as gravuras, charges e cartoons carinhosamente posicionados sobre a escrivaninha em versão atualizada, inspirada na peça mais sagrada para Luis.

Obras de arte complementam a atmosfera cult e nostálgica.  

 

Foto: Cristiano Bauce

 

  A arquiteta escolheu a coleção Onice, de beleza rara e textura delicada.

A coleção traz exclusividade e imponência ao ambiente com suas camadas cristalinas inspiradas na pedra Ônix, fazendo desta uma coleção única e objeto de desejo.

A coleção ainda conta com a técnica TechCrystal, que consiste na aplicação de uma camada de vidro na superfície do produto garantindo ao porcelanato muito mais solidez e longevidade, além de características físicas como mais transparência, brilho, nitidez e cores mais intensas.  

 

EG Experience Arauco, por  Jéssica Santos:

A inovação como mote central do projeto desenvolvido para o espaço receber eventos de gastronomia e oferecer uma experiência única e completa, tendo como tripé a transformação, aproximação e interação na totalidade do ambiente.

O estilo contemporâneo eleito para abrigar a vivência gastronômica do espaço, traz traços intimistas, linhas retas e arrojadas valorizando a composição de cores e texturas dos materiais.

 

Foto: CRISTIANO BAUCE

  Com o objetivo de tornar a ocasião gastronômica especial na arte de comer bem, o chef decidiu fazer a preparação e montagem dos pratos diretamente na mesa, com todos os elementos estrategicamente pensados e escolhidos para complementar de forma marcante e harmônica.

Afinal de contas, a forma como o prato é montado pode influenciar diretamente nos sabores dos ingredientes.

Reforçando a contemporaneidade do projeto, a designer escolheu a coleção Cement Stone, que reproduz com perfeição as características da fusão da pedra com o cimento, dando vida a produtos únicos e modernos.

Escolhi a Coleção Cement Stone por ser uma coleção que traz uma mistura de texturas entre o cimento e a pedra natural, compondo uma base com cores neutras para vestir o ambiente”, comenta Jéssica.

Trazendo cor para a cozinha, a parede do ambiente recebeu o brilho da coleção Maiólica.

O efeito maiolicado das peças se tornou o centro das atenções do espaço.  

 

Foto: CRISTIANO BAUCE

 

Casa VINTECINCO LG, por Juarez Cruz

115m² divididos entre living, cozinha, quarto, closet e banheiro, uma verdadeira residência, contendo em sua essência o conceito da casa inteligente ou connected home.

A essência da casa pode ser percebida na forma em que foi pensada, voltando sua concentração ao ser que a habita e sua adaptação, as incessantes mutações e evoluções inevitáveis do cotidiano.

Com o auxílio da tecnologia, o espaço passa a incorporar uma rede de comunicação, que conecta os aparelhos e serviços essenciais e através do celular ou do comando de voz o morador tem pleno controle do seu universo.

Tecnologia e simplicidade coabitando em plena harmonia.

As escolhas dos elementos que compõem o projeto, mobiliários e texturas são marcados pela autenticidade, cores neutras, soluções simples que integram os ambientes e muita sofisticação.

A escolha da coleção Venezia, da Portinari, acompanha a linha monocromática que rege com suavidade e sutileza a identidade dessa casa tão peculiar. As peças, da nova categoria de produtos – Pietra Portinari Prime, foram usados para revestir o banheiro.  

 

Foto: Cristiano Bauce

  O arquiteto Luiz Sentinger elegeu as coleções Decora, Luthier e Munich como as estrelas para compor seu ambiente na mostra, o espaço “Casa Gaia”.

“Escolhi a coleção Luthier, pois possui tecnologia 3D e relevos que dão o efeito da madeira entalhada. Suas réguas em formato retangular possibilitam uma paginação cheia de estilo e bem realista para o ambiente”, comenta Sentinger.  

 

Foto: Cristiano Bauce

Luiz enxergou a “oportunidade de atribuir um novo significado à história do prédio que sedia a mostra”.

Com 230m², a casa foi pensada para um casal contemporâneo sem filhos, que pudesse estar localizada em qualquer lugar do mundo.

 

Foto: Cristiano Bauce

  Os tons dos painéis amadeiradas permitem uma linguagem única e perfeita integração entre o living e o espaço gourmet.

O pé-direito alto e a grande incidência de luz natural criam uma sensação de amplitude e aconchego.  

 

Foto: Cristiano Bauce

  A Casa Gaia ainda conta com lavabo e uma confortável suíte.

O piso da suíte e do living foi revestido pela coleção Luthier BE NAT (20×120).  

 

Foto: Cristiano Bauce

A coleção Munich BK NAT (60×120) completa a ambientação do piso do lavabo e do jardim, e a coleção Decora WH Lux Bold (8×25) o banheiro da suíte.  

 

Foto: Cristiano Bauce

 

Yard Café, por Magali Montani, Marcio Moreira, Michele Ravadeli e Samantha Diefenbach.

 

O ambiente recria o jardim do espaço, ressaltando a imponente arcada do edifício na melhor forma de paisagismo, enaltecendo a estética arquitetônica.

Para reforçar ainda mais o clima acolhedor, a paleta de tons robustos e vibrantes vem complementar com o verde profundo do teto.

 

Foto: Cristiano Bauce

 

Nas paredes, os revestimentos laranja terrosos no boiserie cinza rosado e na abundante vegetação.

O mix de texturas naturais presentes nas superfícies e mobiliários, evoca a sensação de nostalgia de um pequeno restaurante francês ou como os franceses gostam de chamar, bistrot.

 

Foto: Cristiano Bauce

  As coleções Detroit e Rima, da Portinari, validam a percepção do ambiente evidenciando as sensações através do mix de estilos entre as coleções, uma mais urbana e contemporânea e outra com um leve toque artesanal e visual modernista, ajudando a acentuar a atmosfera convidativa e a uma pausa para o café.  

 

 

Oásis Urbano, por  Mariana Ordahy

O mix entre os estilos contemporâneo e minimalista faz um link de harmonização e acolhimento em um ambiente pensado para representar a trégua da agitação das travessias do cotidiano.

O Oásis Urbano com suas cabines espaçosas e completas, combina a natureza e a tecnologia, brinca com materiais nobres e texturas como pedra, lâmina de madeira, cimento e ferro em perfeita harmonia com as linhas retas do projeto.  

 

Foto: Cristiano Bauce

 

  Nas janelas, a leveza das cortinas permite a incidência de luz natural combinada estrategicamente com a iluminação cênica, projetada para experiências de descontração.

O lavabo vem para completar o estilo requintado do espaço, com texturas aconchegantes, detalhes luxuosos e um resultado de pura hospitalidade.

Complementando a essência urbana do ambiente, a profissional escolheu a coleção Metalli, que traz em seu DNA a inspiração no metal e no estilo industrial em tons modernos de cinza.  

 

Lavabo Tri Suave, por Marilia Zimmermann

A arquiteta Marília Zimmermann participa pela primeira vez da CASACOR Rio Grande do Sul.

O espaço vem com uma decoração diferenciada, dividido em cinco ambientes: lounge, lavatórios, WC feminino, WC masculino e WC acessível.

 

Foto: Cristiano Bauce

O tom delicado da paleta de cores em tons pastel da coleção JOY MZ, assinada por Marília para o portfólio da Portinari, dita a atmosfera capaz de encantar quem faz uso do espaço e convida ao relaxamento.

Ao entrar no lounge o visitante é surpreendido por paredes em tom verde-água, destacando o sofá modular cujo tecido personalizado em três tons acompanha a geometria do porcelanato e uma tela tensionada no teto cria uma luz difusa com efeito relaxante.

Todos os elementos e detalhes ajudam a criar uma constante atmosfera delicada e suave.

Os arcos no teto e nas paredes foram pintados num monocromático salmão.  

 

Foto: Cristiano Bauce

  A composição ganha brilho com as das arandelas douradas pontuadas nos intervalos das cubas de piso.

Convidando a todos a um momento de reflexão, Marília colocou um letreiro de neon com toque retrô em uma das paredes com a frase: “Que cor tem a tua paz?”  

 

Foto: Cristiano Bauce

  A coleção JOY MZ reveste o piso com paginação geométrica e colorida resultando em uma combinação dinâmica, interativa entre os ambientes, além de um mix de suavidade e personalidade marcante.

“Queríamos que fosse mais do que um simples lavabo funcional, mas uma imersão sensorial no mundo das cores e da suavidade, numa atmosfera calma e tranquila, sem deixar de lado a homenagem à boa arquitetura, representada nos arcos, que acompanham a história da arquitetura desde os tempos antigos até os atuais”, explica Marília.  

 

Escada da Casa, por Melina Knopp

Situações como trânsito, filas e outras chateações do dia a dia podem levar ao stress.

Elementos naturais como o mármore – presente em paredes e piso –, o fogo representado pela lareira e o imenso jardim vertical fazem uma importante conexão entre o interno e o externo, entre o homem e a natureza e nos convida a desacelerar do ritmo corrido do cotidiano.

Para desfrutar de um momento de tranquilidade, os lounges criados próximo a lareira e adega, no patamar inferior, trazendo charme e aconchego, aquecendo a alma.

A madeira aparece de maneira acentuada no trabalho de marcenaria dos painéis em tom Castaine, revelando toda nobreza e singularidade da madeira, assim como a coleção Luthier, da Portinari, que reveste a parte inferior do projeto.  

 

Foto: Cristiano Bauce

 

Conheça nosso Pinterest! Repleto de images para te inspirar.

Você já conhece nossas outras redes sociais?

Já segue o Conexão Décor? Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades.

Celina Mello Franco

Liliane Abreu

Tag: Portinari na CasaCor RS

comentários