Queridinha dos arquitetos cariocas, a designer de almofadas Miriam D’Aquino

comemora 15 anos de seu atelier Paramento, com lançamento de nova coleção

no dia 13 de agosto, no Studio Grabowsky, no Leblon.

 

Miriam D’Aquino, designer da Almofadaria Paramento, lança coleção comemorativa de seus 15 anos, no dia 13 de agosto (terça-feira), no Studio Grabowsky, na sobreloja do Edifício Cidade Leblon.

A nova coleção inclui 100 almofadas, entre lançamentos e releituras atualizadas dos best sellers do ateliê, que funciona em São Conrado.

Publicitária, designer gráfica formada pela Parson School of Design NY e diretora de arte durante 11 anos, Miriam percebeu um gap no mercado de produtos de qualidade prontos para a casa, durante o período em que deu suporte no design de marcenaria e detalhamento para um amigo decorador.  

Tecidos demoravam a chegar, costureiras demoravam a entregar e, na hora de ambientar o espaço, a rapidez do prêt-a-poser fazia muita falta. Mas precisava ser algo de muita qualidade, diferente das grandes magazines. Foi quando começamos a produzir as primeiras peças”, relembra a designer.

 

Todos os anos, Miriam vai pelo menos três vezes à Europa, buscando inspirações nas artes, na arquitetura e no design.

Durante as viagens, ela busca por retalhos, amostras e pequenos cortes de tecido de todos os tipos de materiais, além de metais, couros e palhas.

Tudo que me atrai o olhar, vou acumulando no atelier”, conta a empresária, ressaltando o cuidado e o empenho com que os artesãos europeus desenvolvem técnicas de confecção e artesanato.

A indústria do design tenta replicar características do trabalho artesanal em várias áreas, principalmente a têxtil. Essa junção do artesanal e do industrial geram resultados surpreendentes”, analisa Miriam.

O garimpo é um hábito constante na vida da designer, cujo acervo material está sempre se renovando e rende ótimas histórias.

Já criei uma coleção com as sobras de estampas de uma loja de móveis, que investiu caro numa linha de tecidos para revestir poltronas e cadeiras, mas que gerava muitos retalhos grandes, completamente irregulares”.

Miriam relembra também outro caso: “há alguns anos, numa viagem a Sergipe, me encantei com uma peça de sarja rebordada com fios de palha. O trabalho era sofisticadíssimo e perdido numa cidadezinha do sertão nordestino. Testei com as bordadeiras locais o trabalho sobre uma peça de seda, que ficou um espetáculo! Durante muito tempo estabelecemos essa troca, eu desenvolvia desenhos e padrões para serem bordados por elas em palha sobre seda pura. Depois, montava as peças com franja de sisal e linho. A combinação da seda com as fibras mais rústicas é sucesso até hoje”, comemora.

 

A Almofadaria Paramento começou na lavanderia de sua casa.

Suas almofadas de primeira linha, que vão do estilo clássico ao contemporâneo, já conquistaram um seleto time de arquitetos cariocas, como Paloma Yamagata, Ana Maria Indio da Costa, Fabio Bouillet e Rodrigo Jorge, Andrea Chicharo, Miguel Pinto Guimarães, Duda Porto, Luiz Fernando Grabowsky, Gisele Taranto, Joy Garrido, Jairo de Sender, Lia Siqueira, Solange Medina, Claudia Pimenta e Patricia Franco, entre outros.

Além disso, a Paramento marcou presença em 12 edições da Casa Cor Rio, bem como nas mostras Morar Mais por Menos e Artefacto, em ambientes assinados por seus fiéis clientes arquitetos, somando mais de 40 espaços em eventos de decoração com peças da marca.

Quanto às suas criações, Miriam explica que algumas são mais elaboradas, com tecidos mais trabalhados, enquanto outras são simples e despojadas, dependendo também do material e da “tendência” do momento. “Hoje em dia, as almofadas são grandes e mais desestruturadas, para ‘sentar’ bem nos sofás generosos que o design Italiano nos propõe”, conta a designer, que também revela: “através das minhas pesquisas, descobri que tenho preferência por estampas nórdicas, listrados bascos, sedas indianas, têxteis italianos e franceses. Procuro trazer todas essas influências e criar peças com o nosso linho e algodão brasileiros, que são excelentes!”, pontua Miriam.

Atualmente, a Paramento conta em seu acervo com mais de 700 almofadas no atelier que atende com hora marcada, em São Conrado, composto desde modelos básicos até peças bordadas, estampadas ou que podem ser usadas em áreas externas.

Mensalmente, Miriam produz pelo menos duas coleções de pequena tiragem, com 10 a 20 peças, no máximo, garantindo a exclusividade de suas criações.

“Procuro fazer um trabalho artesanal de alta qualidade. Cada coleção nasce a partir de pesquisas e principalmente do material em si. É ele é que me dá a dica do que vai sair”, finaliza a designer.

 

SERVIÇO

Studio Grabowsky:

  • Avenida Ataulfo de Paiva, 135, sobreloja 218 (Edifício Cidade do Leblon).

Ateliê Almofadaria Paramento:

  • São Conrado: Atendimento com hora marcada.

  Conheça nosso Pinterest! Sempre repleto de images para te inspirar.

Você já conhece também nossas outras redes sociais?

Já segue o Conexão Décor? Passa lá no nosso Instagram e Facebook e acompanhe as novidades. Celina Mello Franco Liliane Abreu  

TAG: Almofadaria Paramento