América Móveis apresenta coleção 2019 com
 40 lançamentos assinados por grandes designers.

 

Entre as novidades, destaque para quatro linhas de móveis do designer italiano Giorgio Bonaguro e peças com inspiração na escola Bauhaus.

Mesa de jantar e o buffet da linha Dessau, poltrona Live e mesinha Catwalk, de Giorgio Bonaguro da America Móveis

Mesa de jantar e o buffet da linha Dessau, poltrona Live e mesinha Catwalk, de Giorgio Bonaguro.

 

A América Móveis, marca mineira de cinco décadas de tradição em mobiliário de design e estofados de alta qualidade, apresenta 40 lançamentos da coleção 2019.

As peças têm a assinatura de grandes designers nacionais e internacionais, com destaque para o italiano Giorgio Bonaguro, que apresenta o maior número de peças.

Bonaguro apresenta quatro linhas de móveis em parceria com a América: Dessau, homenagem à escola alemã BauhausMinimal, peças com traços minimalistas e leves; Catwalk, caracterizada por móveis elegantes e de hastes finas e Shadow, que apresenta peças com bases triangulares e efeito de sombra.

Além de releituras de móveis que fizeram a história da empresa mineira América, agora com o selo do estúdio 3955, uma parceria entre Itália e Brasil.

Da esq. para a dir. Cadeira Anne, de Zanini de Zanine; poltrona Guanabara de Raphael Marchetto; cadeira Quem será?, de Arthur Casas; e banqueta Macchiatto, de Mula Preta para America Móveis

Da esq. para a dir. Cadeira Anne, de Zanini de Zanine; poltrona Guanabara de Raphael Marchetto;
cadeira Quem será?, de Arthur Casas; e banqueta Macchiatto, de Mula Preta.

Entre os designers nacionais, nomes consagrados como Arthur Casas, com a versão da mesa Amorfa, em madeira ebanizada, e o lançamento da cadeira Quem Será?;

Raphael Marchetto, que estreia na América com a poltrona Guanabara; Jayme Bernardo que lança o sofá Lonzo;

Estúdio Mula Preta com a inédita poltrona Gira, além da clássica banqueta Macchiato, agora ebanizada; Richard Gohr, com a escrivaninha Carol;

Gustavo Bittencourt, com as poltronas Romeu e Julieta;

Simone Coste, com a releitura da mesa Slight e o novo sofá Kate;

André Lenza estreia com a poltrona Magrela;

Zanini de Zanine, com a mesa Viga, a cadeira Anne, além do novo modelo da poltrona Zina com encosto alto.

 

Sofá Kate, de Simone Coste; e sofá Lonzo, de Jayme Bernardo com fabricação América Móveis para América Móveis

Sofá Kate, de Simone Coste; e sofá Lonzo, de Jayme Bernardo com fabricação América Móveis.

 

Sobre a Indústria América Móveis:

Fundada em 1967, está localizada em Perdões (MG) e possui uma ampla estrutura industrial de 13.000m² de área construída, onde atuam cerca de 300 profissionais altamente capacitados e que contam com uma impecável estrutura industrial e social.

Além disso, há um amplo showroom em Belo Horizonte. A América se tornou referência em móveis de design, com foco em qualidade e sofisticação.

 

Celina Mello Franco

Liliane Abreu

 

TAG: América Móveis

comentários