Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP

Inspirado por mulheres que fizeram parte da sua trajetória – e também da construção do seu universo estético -, Michel Safatle apresenta um espaço de 125 metros quadrados que celebra o olhar feminino e valoriza a integração dos cômodos ao questionar a relação entre moradia e intimidade.

“Atualmente, o tradicional conceito de privacidade perdeu o sentido. e essa transformação muito se deve à invasão tecnológica que, de maneira contundente, aproximou as pessoas e fez com que o mistério entre elas acabasse, modificando até a configuração dos cômodos de uma casa”, teoriza o arquiteto Michel Safatle, ao explicar seu loft batizado de eu + tu + elas.

Conduzido por um hall galeria de dimensões compactas, os visitantes são recebidos por uma sequência de retratos assinados pelo celebrado fotógrafo Bob Wolfenson, todas eles produzidos exclusivamente para o projeto em questão. Nele, Michel reuniu seis mulheres singulares junto das quais ele aprendeu, conviveu e formou seu próprio olhar. São elas a empresária Tarsilinha do Amaral , a estilista Julie Chermann , a maquiadora Vanessa Rozan,a atriz Carolina Ferraz , a multitask Isabella Giobbi  e a relações.públicas Helena Augusta

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Corredor pintado na cor amarelo mostarda, com fotografias ma parede de autoria de Bob Wolfenson

Foto: Salvador Cordaro

Logo na sequência, o público é surpreendido ao adentrar, de fato, no exuberante ambiente que integra cozinha, sala de jantar, sala de estar, home office, quarto e uma pequena sala com banheira, além do confortável banheiro.closet encapsulado pelo volume arquitetônico azul que intersecciona a elegante sanca cor de ferrugem – elemento arquitetônico que abraça todo o perímetro e oferece uma deliciosa luz ao conjunto.

“Cada vez mais, as pessoas estão em evidência e, consequentemente, expõem suas convicções, sua intimidade, seus hábitos e seus objetos”, acredita. “viver hoje é um exercício no qual a cerimônia não tem mais lugar. ninguém esconde mais nada, seja na casa, seja na vida.”

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Ambiente que integra cozinha, sala e quarto.

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Cozinha integrada a sala.

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Ambiente integrado com sala, cozinha e quarto.

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Nicho revestido com pastilhas marrons, abriga uma banheira preta. Integrada ao quarto.

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Nicho na parede abrigada uma banheira integrada ao quarto.

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP.

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Living integrado.

Foto: Salvador Cordaro

 

Michel Safatle apresenta Loft Eu, Tu e Elas na CasaCor SP. Living integrado ao quarto e a cozinha.

Foto: Salvador Cordaro

 

Parece curioso que esta declaração tenha sido feita justamente por Michel, um integrante do time de personalidades que não escancara sua vida nas redes digitais.

Em seu perfil no Instagram, que [ainda] não possui nem uma centena de fotos publicadas, ele se limita a se apresentar como arquiteto, cavaleiro, colecionador e pisciano, predicados que não revelam a dimensão por trás de uma cabeça pensante capaz de ter a sensibilidade e a inteligência de saber que um ambiente não é composto apenas por móveis e objetos, mas sim por pessoas que dão significado a eles.

“não me interessa mais falar simplesmente sobre o material, o revestimento, o traço. quero abordar o que existe por trás disso tudo, quero revelar quem são as pessoas que me emocionam, que me inspiram e que me levam a produzir.”

Talvez Michel fale pouco sobre si justamente por ser um grande observador e acreditar que o verdadeiro protagonismo deva residir em seu trabalho.

E é entre combinações cromáticas improváveis, mensagens subliminares – outras nem tanto -, perfumes sedutores, sobreposições de épocas, estilos, obras, peças, tapetes e texturas que nós temos a oportunidade de conhecê-lo melhor.

Por Ricky Hiraoka

 

Celina Mello Franco

Liliane Abreu

TAG: Michel Safatle