O encontro de Maria Augusta Rebouças com sua criatividade tem traços bem casuais. Idos dos anos 90, ela visitou uma amiga, que, na hora, não podia fazer a sala que nosso alegre cerimonial exige.

 – “Senta aí que eu já estou terminando”, disse a amiga sem quebrar a atenção ao que fazia, sentada em uma mesa, curvada sobre pratos e pincéis.

– “Que legal, isso que você está fazendo, o que é”, perguntou Maria Augusta.

– “Pintura em porcelana”, respondeu a atenta anfitriã, que, na época, era uma professora da arte e acabara de se despedir das alunas.

Em dois minutos, fisgada, Maria Augusta matriculou-se na aula da professora. Em dois anos, a professora, rendida, matriculava-se na aula de Maria Augusta, que, já à frente de duas turmas, dava àquilo que era considerado uma terapia ou um passatempo de jovens senhoras a séria dimensão de uma arte plástica contemporânea.

Homenagem a Roy Lichtenstein.

“Para pintar em porcelana, é só pintar – não requer formação, prática ou habilidade”, diz a artista a respeito da simplicidade do processo, que transmite a pessoas de todas as idades nos três horários que mantém por semana. Ali, ela transmite um pouco das teorias que aprendeu e muito das práticas que desenvolveu, ao longo de mais de 25 anos de carreira.

A cronologia dessa trajetória está em seu site, www.porcelana21.com  . Ali estão os registros dos mais diversos estilos que adotou, desde os imaris que reproduzia até os perfis de Copacabana que criava. Grafismo, cor e vibração estão entre as tintas que chamam a atenção de seu trabalho, que já foi visto tanto nas mesas mais elegantes do Brasil quanto nas paredes de badaladas galerias de arte do Rio de Janeiro.

 

Coleção Flora

 

Coleção Noite e Dia

Figurativos ou abstratos, os temas da pintura de Maria Augusta Rebouças raramente envolvem reproduções puras e simples. Pelo contrário, nomes que vão de Botero a Picasso e referências como o art déco ou as pranchas dos naturalistas (de animais a orquídeas) são objeto de intervenção de sua ótica de como um prato deve ir à mesa, como uma peça pode ser útil à decoração.

Coleção Art Deco

 

Floreira pintada por Maria Augusta Rebouças

Cachepots.

 

Coleção Noite e Dia

 

Detalhe de dois pratos da coleção Noite e Dia.

 

Coleção Wonderland

 

 

 

 

 

potes azuis maria augusta rebouças

 

potes com desenhos pretos maria augusta rebouças

 

Detalhe coleção Flora.

 

Detalhe Coleção Flora.

 

porcelana de maria augusta rebouças

Detalhe coleção super heróis, no traço, ainda não está finalizado.

 

Porcelana pintada por Maria Augusta Rebouças

 

Porcelana pintada por Maria Augusta Rebouças

Vasos.

 

Porcelanas pintadas de Maria Augusta Rebouças

Coleção Imari.

 

Porcelanas pintadas de Maria Augusta Rebouças

Coleção Imari.

 

Coleção Matisse.

 

Coleção Bicho e Frutas.

 

Coleção Bicho e Frutas.

 

Vasos.

 

 

 

 

 

 

Celina Mello Franco

Liliane Abreu

 

Tag: Maria Augusta Rebouças