Foi prorrogada até 28 de fevereiro a exposição “Artistas da Tapeçaria Moderna II”, apresentada pela galeria Passado Composto Século XX.

A primeira exposição, em 2012, foi ampliada e reeditada. A diretora da galeria, Graça Bueno, selecionou peças super especiais, e vem formando um acervo de cair o queixo…

A curadoria ficou a cargo de Carlos Suster Abdalla, craque no assunto. São obras que fazem parte da época mais esplendorosa do têxtil, esculturais, tridimensionais – aquelas que “saem da parede”…


Nesta segunda edição, a mostra expande o universo da exposição exibida em 2012 com Genaro de Carvalho (Salvador-BA, 1926-1971), Jacques Douchez (Macôn-França, 1921-São Paulo-SP, 2012), e Jean Gillon (Iasi-Romênia, 1919 – São Paulo-SP, 2007).

Desta vez, unem-se ao trio, mais quatro importantes artistas: Norberto Nicola (São Paulo-SP, 1930-2007), Rubem Dario (Rio de Janeiro-RJ, 1941- Belo Horizonte-MG,1978), Edmar de Almeida (Araxá-MG, 1944) e Eva Soban (São Paulo-SP, 1950).

 

Sala de jantar com tapeçarias na parede

Caricaturista, cenógrafo, escultor, e pintor que se destacou como arquiteto, decorador, designer de móveis modernos e criador de tapeçarias premiadas, Jean Gillon está representado pelas tapeçarias e estudos de tapeçaria.

 

tapeçarias modernas penduradas

Na vitrine, Edmar de Almeida, Jacques Douchez e Norberto Nicola dividem a exposição com outros artistas de peso.

 

Tapeçaria de Norberto Nicola

Tapeçaria de Norberto Nicola

 

Detalhe da tapeçaria de Edmar de Almeida, intitulada "Crisálida", tecida no tear com crina de cavalo e lã, frente e verso.

Detalhe da tapeçaria de Edmar de Almeida, intitulada “Crisálida”, tecida no tear com crina de cavalo e lã, frente e verso.

 

Tapeçaria do poeta, pintor e mágico das cores Rubem Dario.

Tapeçaria do poeta, pintor e mágico das cores Rubem Dario.

 

Tapeçaria escultural " Alvor", de Jacquez Douchez.

Tapeçaria escultural ” Alvor”, de Jacquez Douchez.

 

Tapeçaria escultural de Norberto Nicola

Tapeçaria escultural de Norberto Nicola

 

Tapeçaria de Eva Soban

Eva Soban é a mais contemporânea presença na mostra.

 

Na década de 1970, com suas tapeçarias tridimensionais, Eva Soban se aproximou da Nova Tapeçaria, revolucionário movimento internacional de marcante presença entre outros tantos artistas da tapeçaria artística brasileira. Assista ao vídeo com a artista aqui ( http://www.passadocomposto.com.br/conteudo/vitrine_frxx.asp. )

Também estão presentes nesta mostra, algumas manifestações da arte têxtil nas Américas pré-colombianas, um exemplar da arte têxtil indígena brasileira e homenagens ao mestre francês Jean Lurçat (1892-1966) e à grande inovadora desta arte, com a Nova Tapeçaria, a polonesa Magdalena Abakanowicz. Desta artista integra a exposição a monumental tapeçaria “Helena” (1964-1965), que participou da VIII Bienal de SP em 1965.

Tapeçaria de Magdalena Abakanowicz

Tapeçaria de Magdalena Abakanowicz

 

Obra de Jean Luçart

Obra de Jean Luçart

 

“Somos a única galeria especializada em tapeçaria artística nacional. A galeria tem como uma de suas missões resgatar a memória e valorizar a arte e o design nacional histórico, tendo sido assim precursora em realizar exposições e pesquisas em homenagem aos artistas e designers modernos brasileiros”;

afirma Graça Bueno que, junto com Abdalla selecionou uma nova coleção de estudos e cartões-modelo, tapeçarias planas e esculturais dos sete artistas.

acervo de tapeçarias

Além da exposição, vale destacar a relevância do acervo da loja/galeria. As peças são muito ricas, bem selecionadas, acho que a mais linda que já conheci.

 

acervo de tapeçaria

Mobiliário de encher os olhos. Vale muito uma visita.

 

tapeçaria na parede

Mobiliário de encher os olhos. Vale muito uma visita.

 

Local: Galeria Passado Composto Século XX
Alameda Lorena, 1996 – Jardins – São Paulo – SP
Entrada gratuita.
Visitas guiadas podem ser agendadas com antecedência por e-mail: lorena@passadocomposto.com.br
Site: www.passadocomposto.com.br
@passadocompostosecxx

Marilia Arantes

Tag: Tapeçaria